Archive for 17 de Maio de 2017

Presidente da Coamo tem audiência com presidente da República

O presidente da Coamo Agroindustrial Cooperativa, José Aroldo Gallassini, participou na terça-feira (16) em Brasília, de audiência com o presidente da República Michel Temer. O encontro foi uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e contou com a presença dos presidentes das federações das indústrias do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e empresários dos três Estados, de diversos setores.

Gallassini representou o setor cooperativista na comitiva paranaense formada por presidentes de seis empresas: Renault, Grupo Boticário, Coamo, Grupo Plaenge, Grupo Hübner e Cimento Itambé.  A comitiva também manteve contato com o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia.

Para o presidente da Coamo,  as audiências foram positivas e representaram oportunidades para apresentação da realidade do setor industrial e também de apoio às reformas propostas pelo governo.   “Apresentamos ao presidente Michel Temer diversas reinvindicações com relação a logística, ferrovias, portos e exportação, bem como as dificuldades enfrentadas atualmente pela área industrial. Por outro lado, entendemos que as reformas que o governo está querendo implantar são necessárias. Com elas, certamente o país irá ter desenvolvimento. O cenário atual já apresenta crescimento do PIB, redução da inflação e da taxa de juros, o que é muito bom para o país.”

SPI define representantes no futsal na fase regional dos JEPs 2017

A fase municipal dos Jogos Escolares 2017 foi realizada na terça-feira (16/05) no Ginásio de Esportes Seccão. Na modalidade Futsal, dois jogos definiram as escolas classificadas para a fase regional, que este ano, será disputada de 9 a 15 de junho, em Manoel Ribas. Na classe B, atletas nascidos de 2003 a 2005, a Escola Estadual do Campo Vicente Machado irá representar São Pedro do Ivaí após vencer o Colégio Estadual Virginio Seco por 2 a 1. Na classe A, atletas nascidos de 2000 a 2002, o Colégio Estadual Carlos Silva goleou por 7 a 1 a equipe do Colégio Estadual do Campo Marisa e será o representante do município na fase regional. A competição reúne Estabelecimentos de Ensino dos municípios que fazem parte do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Ivaiporã.

Conta de luz deve continuar com bandeira vermelha até novembro

A bandeira tarifária vermelha de patamar 1 deve continuar a elevar o preço das contas de luz até o fim do período seco, em novembro, quando o volume de chuvas deve aumentar e elevar o nível dos reservatórios de hidrelétricas brasileiras. A previsão é do diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Barata.

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas, que produzem energia com custo maior que as hidrelétricas.

Conta de luz (Arquivo/Agência Brasil)
“As nossas avaliações são de que, ao longo do período seco, o preço vai subir, porque cada vez mais vamos precisar das usinas térmicas. Se o lado benéfico delas é o fato de serem presumíveis e gerenciáveis e termos o controle dos combustíveis, o outro lado é serem mais caras”, disse Barata.

Segundo o diretor do ONS, em novembro, os reservatórios do Sudeste estarão com 20% da capacidade, e os do Nordeste, possivelmente abaixo dos 10%.

Quando a bandeira vermelha patamar 1 está em vigor, os consumidores pagam R$ 3 a mais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Em 2017, a bandeira patamar 1 está em vigor desde abril.

Campanha de conscientização

Barata informou que o governo pretende fazer uma campanha para estimular o uso de energia elétrica sem desperdícios. No entanto, segundo ele, não há previsão de racionamento.

“Não há risco de desabastecimento, mas existe quase uma certeza de encarecimento de energia, que às vezes só aparece no ano que vem, quando houver o reajuste tarifário.”

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, disse que a proposta da campanha já foi discutida em reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico e que a medida deve ser lançada no segundo semestre.

Com diversas atividades, CRAS chama atenção para “18 de Maio”

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) do município de São Pedro do Ivaí desenvolveu, durante a semana passada, diversas atividades para chamar atenção para a campanha “18 de Maio”, sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, Esquecer é Permitir, Lembrar é Combater.

Com o tema “Não Feche os Olhos – Denuncie a violência sexual infantil”, o CREAS iniciou os trabalhos na segunda-feira, dia 8, com reunião com as equipes pedagógicas das escolas municipais e estaduais. “Nosso objetivo foi sensibilizar os professores para que eles realizassem um trabalho especifico com os alunos preparando-os para assistir a encenação teatral sobre o Dia 18 de maio”, disse a assistente social do CREAS, Juliana Farias Moreira.

Também no dia 8, mas com continuidade no dia 9, foram realizadas palestras, em parceria com CRAS, com as famílias do PAIF, abordando o tema de 18 de maio.

Em seguida, a equipe do CREAS se reuniu no dia 11 deste mês com a assistente Social Gisele Pereira Batista e a psicóloga Ana Caroline Guilhen Menha, da Equipe NASF, com objetivo de passar informações a respeito da campanha. “As informações devem ser amplamente divulgadas e, neste caso específico, o conteúdo é importante para capacitar as agentes comunitárias de saúde na identificação de possíveis casos de abuso”, explicou Juliana.

COMÉRCIO – Nos dias 11 e 12 de maio, o CREAS divulgou a campanha “18 de Maio” em todo o comércio local, com cartazes, explicações sobre o assunto e também convidando os comerciantes e funcionários das lojas para a Passeata, no dia 18, às 08h, com saída da Secretaria da Educação.

POR QUÊ O DIA 18 DE MAIO? – Nesta data, em 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no estado do Espirito Santo. O corpo de Araceli apareceu seis dias depois carbonizado. Seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000.

 

 

Trabalhador morre em acidente com motocicleta

Por volta das 11h30 um trabalhador por nome Elias Feitosa da Silva de 37 anos perdeu a vida ao se envolver em um acidente em uma estrada rural próximo ao Distrito Santo Antônio em Cambira.

Elias estava chegando próximo a sua casa em uma motocicleta aonde houve o acidente com um caminhão com placas de Astorga, o condutor do caminhão estava em estado de choque e relatou a nossa equipe como tudo aconteceu e nos relatou ainda que os filhos de Elias que estavam indo para a escola presenciaram o acidente.

Uma ambulância do município foi acionada aonde constatou o óbito no local, polícia militar de Cambira isolou a área até a chegada do IML de Apucarana que fez a retirada do corpo.

Elias deixou a esposa e três filhos. Ele tinha familiares em Ubaúna e em Lunardelli. 

Reportagem Xavier Grupo Paraná Ligado.

18 de maio – Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes exige o envolvimento da sociedade

Na semana marcada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio), o Ministério Público do Paraná destaca a importância do envolvimento da sociedade no processo de repressão a estas práticas criminosas, que têm como vítimas meninos e meninas, denunciando possíveis situações de violência. Atualmente, estão em andamento no MPPR 5.458 investigações que apuram crimes com essas características. Além disso, desde 2012, os promotores de Justiça da instituição ajuizaram 7.426 ações penais por crimes dessa natureza.

Uma leitura mais detalhada dos números reforça a ideia de que a atuação de todos – Estado e sociedade civil organizada – é fundamental para o enfrentamento efetivo de crimes dessa ordem. Do total das investigações conduzidas pelo MPPR nesta área, 94,7% referem-se a casos de estupro de vulnerável (5.174 inquéritos). O percentual é similar quanto às denúncias criminais: 88,7% tratam de estupro de vulnerável (6.588 processos). Os demais crimes investigados e denunciados são corrupção de menores para fins sexuais, satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente e favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável. “Isso não quer dizer que há menos crimes dessa natureza. O problema é que essas situações não chegam à polícia e ao Ministério Público na proporção em que ocorrem”, afirma a promotora de Justiça Luciana Linero, que atua no Centro de Apoio Operacional das Promotorias da Criança e do Adolescente e Educação, do MPPR. Leia Mais

Temperatura de 1°C no Sul do Brasil

Temperaturas abaixo dos 10°C voltaram a ser registradas em diversos locais da Região Sul do Brasil nesta terça-feira. A serra catarinense teve frio de até 1°C e voltou a gear, mas em pequenas áreas e sem por em risco a agricultura.

A menor temperatura na Região Sul foi 1,0°C em Urupema, na parte mais elevada da serra catarinense, pela medição do Epagri-Ciram. No Paraná, e menor temperatura foi 4,4°C em General Carneiro, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. No Rio Grande do Sul, a temperatura chegou a 5,0°C em Vacaria, na serra gaúcha.

Em São Joaquim (Bentinho), a temperatura chegou aos 3,1°C, segundo o Epagri-Ciram, e voltou a gear.

Fonte Clima Tempo

PM conduz à delegacia suspeito de tortura, cárcere privado, sequestro e furto em Faxinal

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

Um homem, suspeito de tortura, cárcere privado, sequestro e furto, foi conduzido à delegacia por policiais militares da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (6ª CIPM), pertencente ao 2º Comando Regional da PM (2º CRPM). A situação aconteceu na segunda-feira (15/05) na cidade de Faxinal (PR), no Centro-Norte do estado. Na ação objetos furtados foram recuperados.

Segundo o setor de Relações Públicas da 6ª CIPM, uma mulher, ao chegar na residência de seus pais, por volta das 00h30, teria sido surpreendida por seu marido que a puxou pelo cabelo e a jogou dentro de um veículo. O suspeito, de acordo com a vítima, a levou até outro local onde começou a cortá-la com um estilete.

A vítima também teria dito que o homem apagou um cigarro em seu rosto, bem como bateu em sua cabeça e em seu corpo, ocasionando hematomas e ameaçando matá-la. A mulher aproveitou o momento que o suspeito adormeceu para fugir e procurou a PM.

Diante das informações os policiais foram até o endereço indicado pela mulher e abordaram o envolvido, a