Archive for 1 de agosto de 2017

Professora faz denuncia de falsa campanha para sua filha

A Professora de São João do Ivaí Geane Poteriko fez uma denúncia nas redes sociais que um site estava sendo usado para arrecadar dinheiro para comprar uma prótese para sua filha, segundo ela, golpistas utilizam sua imagem e sua filha sem autorização para pedir dinheiro, leia a postagem feita pela professora.

Denuncio, neste post, uma falsa campanha de financiamento coletivo criada com minha foto e de minha filha Dara no site Vakinha.com.br que solicita ajuda de R$3.800,00 para comprar prótese para minha filha Dara e ainda (absurdamente) um aparelho para deficiência auditiva. Na falsa campanha, é mencionado que eu tentei um suposto tratamento pelo SUS porém existe uma fila muito grande e eu não teria dinheiro para bancar o tratamento dela! “Dará” ainda foi escrito com acento agudo! ?

Esta falsa campanha para arrecadação foi criada por uma pessoa desconhecida, fake ou hacker, denominada como Letícia Júlia Moraes Soares, de Ferraz de Vasconcelos/ SP, com data de 06/07/2016 até 04/07/2019. Somente agora recebi um aviso de uma amiga sobre esta situação, a campanha ainda está ativa mas não teve arrecadação até este momento.

ATENÇÃO:  Esta é uma campanha falsa de Prótese para Dara, quem me conhece sabe que minha filha já é protetizada e recebeu pela Associação Dar a Mão, de forma gratuita, sua PRÓTESE 3D e portanto não necessitamos de campanha!

Ajudem-me a denunciar este golpe no site em questão e demais espaços virtuais. Certamente, tomarei as medidas necessárias por meio de boletim de ocorrência e o que mais se fizer necessário judicialmente.

Atenciosamente, Geane Poteriko, mãe de Dara e Presidente da Associação Dar a Mão.

 

Link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/protese-para-dara

Moradores de São João do Ivaí são presos suspeitos de assaltar lotérica de Luiziana

O assalto a Lotérica Central de Luiziana foi registrado por volta das 14:50hs da tarde dessa segunda-feira (31), segundo o proprietário da casa loteria a ação foi muito rápida, os dois ladrões entraram na lotérica portando revolver, deram voz de assalto roubando todo o dinheiro do caixa. Os assaltantes roubaram ainda uma corrente de prata de um cliente e ao sair ainda na calçada roubaram o celular de uma mulher que estava em frente ao estabelecimento.

A ação foi registrada nas câmeras de segurança do local, o dono do estabelecimento repassou também a polícia as características dos assaltantes. Um dos ladrões de cor clara trajava uma camiseta de cor clara, boné branco, calça jeans clara de aproximadamente 1,75, o outro ladrão de cor morena trajava camiseta de cor azul claro, boné azul claro, calça azul escura e portava uma mochila de cor preta com duas faixas brancas.

De posse de todas as informações a Policia Militar de Luiziana de imediato repassou as características dos assaltantes aos destacamentos de polícia de toda a região que iniciaram as buscas pelos criminosos.

Polícia encontra veículo, arma e apreende assaltantes

Policiais de Luiziana, Corumbataí do Sul, Barbosa Ferraz, Patrulha Rural e Rotam fecharam o cerco em toda a região. Após várias buscas o veículo foi localizado por volta das 16horas estacionado na Rua Paraná em Bourbonia próximo a um matagal, policiais encontraram no interior do carro um simulacro de revolver, moradores contaram para a polícia que viram dois homens que saíram correndo do veículo.

Os dois menores acusados de assaltar a Lotérica de Luiziana foram presos por volta das 21horas próximo a cidade de Corumbataí do Sul.  Com eles foi localizado o dinheiro do assalto.

Os menores não tiveram a identidade revelada, mas de acordo com informações eles são da cidade de São João do Ivaí. Os dois receberam voz de apreensão e foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil de Barbosa Ferraz.

O veículo Kadett Ipanema com Placas de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul foi recolhido junto com o simulacro de revólver e levado para a delegacia de Campo Mourão.  A quantidade de dinheiro roubado não foi informada.

Um roubo registrado na lotérica de Luiziana praticados por dois indivíduos foi registrado nesta segunda-feira (31) teria como suspeitos moradores de São João do Ivaí. A PM recebeu informações que o suspeito seria um tal de Nem ou Neném, já conhecidos no meio policial, mas que na verdade seu verdadeiro apelido é Nino, ele possuiu um veículo GM/Ipanema com placas do Mato Grosso do Sul, este veículo teria sido atualizado para dar fuga aos assaltantes.

A equipe da PM de São João do Ivaí estava na ocorrência do incêndio no Jardim Candoti, quando visualizou o suspeito “Nino ele estava em frente sua casa, ele foi abordado e recebeu voz de prisão, ele confirmou que levou dois menores até a cidade de Luziânia mas não sabia que era para eles praticarem um roubo, apenas deu carona para os menores. Diante da situação ele ficou na delegacia para esclarecimentos.

Com Luiziana Notícias e Blog do Roque

Casa fica destruída após pegar fogo em São João do Ivaí

Uma residência ficou completamente destruída em São João do Ivaí nesta noite de segunda-feira (31) no bairro Jardim Candoti. Era pouco antes da meia noite quando o fogo começou e se alastrou rapidamente, a casa de madeira em poucos minutos ficou destruída.

Algumas pessoas entraram em contato conosco informando que uma residência estava queimando e havia necessidade de acionar o Corpo de Bombeiros de Ivaiporã, pois além da casa em chamas, outras residências vizinhas corria o risco de pegar fogo, este repórter aqui do Blog ligou para os Bombeiros de Ivaiporã as 00h13 informando sobre o incêndio, os soldados demoraram exatamente 37 minutos para chegar ao local.

Até a chegada dos Bombeiros, um caminhão pipa da prefeitura municipal já estava sendo usado para apagar as chamas, muitos voluntários ajudando tentando controlar o fogo que era assustador.

Os Bombeiros finalizaram o serviço evitando que as residências vizinhas pegassem fogo.

O casal que morava no local, também foram salvos por vizinhos, pois eles já estavam dormindo quando teve inicio o incêndio, como começou ninguém sabe comenta-se em curtu-circuito. Dona Sonia a moradora, mãe da professora Ângela Rezende, chegou a passar mal, foi encaminhada ao hospital municipal pelo Samu para atendimento. Seu esposo Donizete não precisou de atendimento, dois netos dormiam na casa juntos com os avos na hora do incêndio. 

No final uma tristeza muito grande, pois além da casa toda queimada, o fogo também queimou parte da história do casal, destruído, objetos, fotos, documentos, lembranças, roupas, falando em roupas, o casal ficou apenas com a roupa do corpo, tudo agora terá que ser refeito, é nessas horas que entra a população para ajudar o casal.