Archive for 9 de outubro de 2017

Febraban adia para 2018 recebimento de boletos vencidos em qualquer banco

Agência Brasileira

A possibilidade de pagar boletos vencidos com valores abaixo de R$ 2 mil em qualquer banco foi adiada para o próximo ano. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) estendeu o prazo de implementação do novo sistema por causa da grande quantidade documentos bancários no país.

Em julho, a Febraban iniciou a implementação de novo sistema de pagamento de boletos, de forma escalonada. Na primeira etapa, os bancos passaram a aceitar o pagamento de boletos vencidos com valores a partir de R$ 50 mil. No mês passado, o valor mínimo foi reduzido para R$ 2 mil. Hoje (9), deveriam começar a ser recebidos em qualquer banco os boletos vencidos a partir de R$ 500 e, segundo o cronograma inicial, em novembro, haveria nova redução para o valor mínimo de R$ 200. Em dezembro, todos os documentos vencidos passariam a ser aceitos em qualquer banco.

“Em função do volume elevado de documentos que irão trafegar pelo novo sistema – cerca de quatro bilhões de boletos por ano, montante comparável à capacidade das grandes processadoras de cartões de crédito do mundo – o setor bancário decidiu rever o cronograma original, que previa a inclusão de todos os boletos na Nova Plataforma de Cobrança já a partir de dezembro”, disse a federação em nota.

As novas datas das próximas etapas do cronograma serão divulgadas posteriormente.

Segundo a Febraban, o novo sistema garante o registro de todos os boletos e o compartilhamento de informações sobre emissores e pagadores pelos bancos e por isso elimina o risco de pagamento em duplicidade: quando um boleto é apresentado em algum banco, o sistema informa se ele já tiver sido pago, evitando novo pagamento por engano. “O novo sistema reduz inconsistências de dados e permite a identificação do emissor e do pagador do boleto, facilitando o rastreamento de pagamentos e redução das fraudes, fonte de preocupação permanente para todo o sistema bancário”, destaca a entidade.

Horário de Verão começa no próximo domingo (15)

Fonte Bem Paraná

O horário de verão começa à zero hora do próximo domingo (15) em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal. Nesses locais os relógios devem ser adiantados em uma hora, deixando o domingo com 23 horas de duração. A operação inversa, que vai marcar o final do Horário de Verão, acontecerá em 17 de fevereiro. 

Pode parecer pouco, mas uma hora de diferença muda a rotina do corpo, e por isso merece cuidados nessa transição para que o organismo se adapte mais rapidamente. As estimativas da área médica é para se habituar ao novo horário a pessoa leve de cinco a sete dias.

Então, para estar mais preparado quando o horário mudar, no próximo final de semana, as medidas devem começar já. Essencialmente, o organismo deve começar a se acostumar com a mudança de horário. Então, nos próximos dias recomenda-se ir dormir cada vez mais cedo — dez a quinze minutos a cada dia, por exemplo. Da mesma forma, habituar-se a despertar tambám alguns minutos mais cedo.

Ter uma alimentação mais balanceada também ajuda. Comidas muito pesadas podem prejudicar o sono. Então, as refeições devem ser leves nesta semana e deve-se evitar alimentos e bebidas que tiram o sono.

Os principais sintomas da mudança do horário de verão pode vir na forma de cansaço e mau humor por causa da diferença do sono. O relógio hormonal do indivíduo também precisa de um tempo para se adaptar. Isso acontece porque o corpo se acostuma com os horários de alimentação e de digestão. Por isso é melhor iniciar as medidas agora.

Dicas para se adaptar mais rápido

> Evitar abusos alimentares e de bebida alcoólica nesta semana de adaptação

> Dormir um pouco mais cedo, tirar cochilos. Isso se chama reserva de sono e vai ajudar na semana que vai iniciar

> Evitar cafeína e bebidas energéticas a noite. Usadas para ajudar a combater o cansaço, podem impedir adaptação do nosso relógio biológico

> Não deixar de fazer o exercício físico habitual 

> Fazer refeições mais leves, que não exijam muito esforço do organismo para a digestão

> Pelo menos na primeira semana do horário de verão, fixar horários para todas as suas atividades e tentar respeitá-los ao máximo. Isso evita distúrbios de apetite (como fome fora de hora) e um cansaço exagerado

Dono de Lanchonete é assaltado e levado como refém em São Pedro do Ivaí

O roubo seguido de sequestro foi registado na noite deste domingo (08) em São Padro do Ivaí na Lanchonete do Rickão como é conhecida. A vítima foi o próprio dono do estabelecimento. De acordo com informações os ladrões chegaram por volta de 22h00 anunciando o roubo.

Os criminosos levaram um veículo Honda/City ano 2010, preto placas AMX – 0889 de São Pedro do Ivaí, o proprietário do carro e do estabelecimento foi colocado no interior do veículo e foi levado junto, ele foi liberado em Bom Sucesso. Até a manhã desta segunda-feira o veículo ainda não foi recuperado.

Receita abre hoje consulta ao quinto lote de restituição do IR deste ano

A Receita Federal abre hoje (9), a partir das 9h, as consultas ao quinto lote de restituição de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2017. O lote contempla mais de 2,3 milhões de contribuintes, com a liberação de R$ 2,8 bilhões. O valor será creditado no próximo dia 16.

Também será liberada a restituição residual dos exercícios de 2008 a 2016, para mais de 2,4 milhões de contribuintes, no valor total de R$ 3 bilhões.

Desse montante, R$ 99,289 milhões referem-se aos contribuintes com prioridade no recebimento: 22.351 idosos e 2.849 com deficiência física, mental ou doença grave.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante a entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphone que facilita a consulta às declarações e à situação cadastral no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer um requerimento pela internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.