Archive for 30 de novembro de 2017

Seminário dos 54 anos da C.Vale atrai 1.500 pessoas

Mil e quinhentas pessoas participaram, no dia 29 de novembro, da décima oitava edição do Seminário Motivacional da C.Vale, na Asfuca de Palotina. Com patrocínio da Syngenta e apoio do Sescoop, o evento marcou os 54 anos de fundação da cooperativa e contou com a apresentação do Grupo Sou Arte, de Campo Mourão. Durante uma hora e meia o grupo fez apresentações acrobáticas e musicais. O presidente da C.Vale, Alfredo Lang, participou do evento e aproveitou para anunciar que em dezembro chega aos supermercados o filé de tilápia processado pelo abatedouro inaugurado em outubro. Ele também revelou que os pedidos para exportação da carne são maiores que a capacidade de produção da indústria. Lang também confirmou para 2018 a meta de chegar à marca de abate 600 mil frangos por dia.

 

 

Coamo antecipa sobras de R$ 95,4 milhões

Na Coamo Agroindustrial Cooperativa, os bons resultados comemorados no final do ano são partilhados entre os cooperados. Está época é muito aguardada para os mais de 28 mil associados que receberão na próxima terça-feira (05), de forma antecipada, parte das sobras da cooperativa referente ao Exercício de 2017. O valor total é de R$ 95,4 milhões.

O dinheiro será pago em todas as unidades da cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Os cooperados têm direito ao benefício na proporção da movimentação de cada um, durante o ano, com os produtos soja, milho, trigo e insumos.

Conforme presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, é uma satisfação para a diretoria da Coamo anunciar está boa notícia para o quadro social. “A Coamo possui tradição do pagamento antecipado das sobras nesta época do ano. Essa condição é realizada desde a sua fundação, há 47 anos. Além de ‘engordar’ as festas de final de ano, o dinheiro das sobras ajuda a impulsionar o comércio nas várias regiões da área de atuação da cooperativa”, comenta Gallassini.

Ele destaca que a antecipação só é possível devido a solidez, administração, participação dos associados e bons resultados que a cooperativa vem obtendo. “Comemoramos novamente esses bons resultados, fruto da participação efetiva dos cooperados e da boa administração da diretoria. Neste ano que estamos prestes a encerrar, mais uma vez, o balanço é positivo.

Apesar da crise que diversos setores do país vêm passando, a agricultura consegue se manter muito bem como âncora da economia, e ainda apresenta bons números, os quais são bem recebidos pelos associados”, assinala Gallassini.

Motociclista morre em acidente no Vale do Ivaí

Um motociclista morreu após acidente na tarde desta quarta-feira (29), na Rodovia Nelson Petrassi, em Ariranha do Ivaí. Informações preliminares dão conta que a vítima colidiu contra uma caminhonete S10, placas de Mauá, São Paulo. 

O motociclista de 50 anos conduzia uma Yamaha 125 com placa de Cascavel, quando foi atingido pelo veículo durante uma curva. O Siate do Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer o homem, porém, ele já estava morto quando as equipes chegaram. Não há informações se o motorista da S10 ficou ferido. 

A polícia foi até o local apurar as causas do acidente. 

Fonte Tribuna do Norte

Furto de equipamento de som

Em São João do Ivaí a PM atendeu uma ocorrência de furto de equipamento de som automotivo. A vitima disse a PM que ladrões furtaram um aparelho de toca CD e uma caixa de som de seu veículo VW/Fusca de cor bege. O veículo estava estacionado na área central da cidade quando ocorreu o furto.

Pessoas que nunca tiveram dengue não devem tomar vacina da doença, diz Anvisa

Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária divulgou nesta quarta-feira (29) que o laboratório Sanofi-Aventis, fabricante da vacina da dengue, apresentou informações que sugerem que pessoas que nunca tiveram contato com o vírus da dengue podem desenvolver formas mais graves da doença caso tomem a vacina. A vacina Dengvaxia foi aprovada no Brasil em 28 de dezembro de 2015 e não é oferecida pelo Programa Nacional de Imunizações.

A suspeita do laboratório, apresentada nesta semana,  ainda não é conclusiva, mas, diante do problema, a recomendação da Anvisa é que a vacina não seja tomada por pessoas que nunca tiveram dengue. Apesar de esclarecer que a vacina por si só não é capaz de desencadear um quadro grave da doença nem induzir ao aparecimento espontâneo da dengue – para isso, é preciso ser picado por um mosquito infectado -, existe a possibilidade de que pessoas soronegativas desenvolvam um quadro mais agudo de dengue caso sejam infectadas após terem recebido o medicamento.

A bula da vacina será atualizada enquanto a Anvisa avalia os dados completos dos estudos, que ainda serão apresentados pelo fabricante. A vacina da Sanofi, chamada Dengvaxia, é a única aprovada no Brasil. O produto é indicado para imunização contra os quatro subtipos do vírus. Para as pessoas que já tiveram dengue, a Anvisa avalia que o benefício do uso da vacina permanece favorável.

Por meio de um comunicado, a Anvisa esclareceu que “este risco não havia sido identificado nos estudos apresentados para o registro da vacina na população para a qual a vacina foi aprovada”. A agência informou que, antes do registro, os efeitos da imunização foram estudados em mais de 40 mil pessoas em todo o mundo, e que as pesquisas seguiram os padrões estabelecidos por guias internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS).