Archive for 7 de dezembro de 2017

Dupla rouba motocicleta em São João do Ivaí, um foi preso pela PM de Barbosa Ferraz, ele também roubou o Correio

Um roubo foi registrada na Rua Joaquim Francisco Quirino, 1449, em São João do Ivaí durante a noite de quarta-feira (06). Segundo a vítima, quando foi sair de sua casa veio em sua direção dois indivíduos com arma em punho dizendo que era um assalto e queria sua motocicleta. A vítima entregou a ele sua motocicleta Falcon, preta, placa APM –  1296, eles fugiram sentido a Fênix mas acabaram cercados por uma equipe da PM de Barbosa Ferraz, abandonando a moto e tentando se evadir pelo meio do mato, mas um deles acabou cercado e preso. Com ele os policiais, além de recuperar a moto, apreenderam dinheiro e uma pistola, arma usada no assalto. 

De acordo com policiais da região, o assaltante preso, que confessou o assalto ao Correio, é morador de São Pedro do Ivaí. A polícia agora vai identificar o segundo criminoso e investigar a participação deles em outros crimes na região.

Fotos Coluna do Rato

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 28 milhões sábado

Agência Brasil

O concurso 1994 da Mega-Sena acumulou ontem (6). Eis a dezenas sorteadas: 02, 05, 12, 32, 40, 44. As informações são do site da Caixa Econômica Federal.

A Quina teve 51 apostas ganhadoras com o prêmio de R$ 35.175,84.

Já a Quadra registrou 3.686 apostas ganhadoras, com R$ 695,28.

A estimativa de prêmio para o próximo concurso, sábado, dia 9, é de R$ 28 milhões.

‘Nota Paraná’ sorteia R$ 1 milhão nesta quinta-feira (7)

Programa Nota Paraná paga, na manhã desta quinta-feira (7), o prêmio de R$ 1 milhão no sorteio de Natal deste ano. O segundo e o terceiro prêmios são de R$ 120 mil e de R$ 80 mil, respectivamente. Também há 30 prêmios de R$ 1 mil e 200 prêmios de R$ 250.

Pelo programa, os consumidores que indicam o CPF na nota fiscal podem receber de volta até 30% do Imposto de Contribuição sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) de cada produto adquirido em estabelecimentos comerciais do estado.

Além disso, há sorteios mensais de dinheiro que viram créditos. O consumidor pode transferir estes créditos para uma conta bancária ou utilizá-los para pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

De acordo com o governo estadual, desde 2015, foram pagos R$ 600 milhões em prêmios e créditos disponibilizados. Atualmente, o programa tem mais de 1,68 milhão de pessoas cadastradas.

Como funciona

Os sorteios de prêmios em dinheiro são realizados todos os meses tendo como base os números da Loteria Federal.

Na primeira nota emitida em cada mês, independentemente do valor, o consumidor receberá um bilhete eletrônico para concorrer. A cada R$ 50 em notas fiscais registradas será atribuído um novo bilhete eletrônico para participação no sorteio.

A divulgação dos resultados acontece sempre no último dia útil de cada mês. Para participar, basta acessar o sistema, pela internet, e aderir ao regulamento até o dia 10 do mês do sorteio. A adesão é feita uma única vez e é válida para todos os sorteios.

Mensalmente, são sorteados prêmios de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil e milhares de outros prêmios de valores menores. O valor do prêmio é creditado no extrato do cliente no portal da Nota Paraná.

Fonte- AEN

Câmara aprova aumento de pena a motorista embriagado que provocar acidente fatal

Do G1

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (6) um projeto de lei que aumenta a pena para o motorista embriagado que provocar acidente com morte. O texto já passou pelo Senado e segue agora à sanção presidencial.

Pela lei em vigor, a punição para quem provocar acidente fatal ao volante é de 2 a 4 anos de detenção, além da suspensão da habilitação. A lei, no entanto, não faz referência ao motorista alcoolizado.

A proposta aprovada inclui na legislação a previsão de punição de 5 a 8 anos de reclusão para o homicídio culposo (sem intenção de matar) cometido por motorista embriagado.

Assim, quem pegar a pena máxima poderá cumprir a punição na cadeia, em regime fechado.

Para os defensores da proposta, a pena máxima atual de 4 anos é muito branda para a gravidade do crime, já que pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade.

“Tem muito juiz que não aceita enquadrar como homicídio doloso [intencional] mesmo com o motorista sob efeito de álcool. Considera que é homicídio culposo e a pessoa acaba tendo a pena revertido para cesta básica. A intenção é tornar a punição mais rigorosa”, disse o deputado Efraim Filho (DEM-PB).

O texto original é de autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP) e já havia sido aprovado pela Câmara em 2015. Naquela primeira votação, a pena havia sido fixada entre 4 e 8 anos de reclusão.

Ao ser apreciado no Senado, no fim de 2016, os senadores aumentaram a pena. Por conta dessa mudança no texto, precisou passar novamente por votação na Câmara. Leia Mais

 

Tarifa branca de energia entra em vigor dia 1º, mas consumidor deve ter cautela

Agência Brasil

Com entrada em vigor prevista para 1º de janeiro do ano que vem, a tarifa branca de energia elétrica pode representar uma diminuição no valor da conta de luz para os que consumirem menos nos horários de pico (entre as 19h e as 21h. A adesão é opcional.

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) alerta aqueles que queiram aderir à tarifa para que levem em consideração seu perfil de consumo, sob pena de verem o efeito contrário, com aumento na conta.

O presidente da Abradee, Nelson Leite, sugere que, antes de optar pela tarifa branca, o consumidor analise o próprio perfil e hábitos de uso da energia elétrica ao longo do dia. “Não é uma decisão simples. Ela envolve alguns cálculos e algumas estimativas do consumidor”, disse Leite hoje (6), durante o lançamento de uma cartilha explicativa elaborada pela instituição, com respostas para as dúvidas dos consumidores em relação à medida.

A nova modalidade permite ao consumidor pagar tarifas diferenciadas de acordo com a hora do dia. Na primeira fase, poderão adotar a tarifa os consumidores de de baixa tensão, como residências, pequenos comércios e indústrias, com consumo médio mensal superior a 500 quilowatts-hora (KWh). Em média, o consumo das famílias brasileiras é de 160 kWh/mês.

Nos horários de pico, a tarifa terá um valor mais alto. Fora desse horário, o preço cobrado será mais baixo. Também haverá uma tarifa de cobrança intermediária que valerá uma hora antes do início do horário de pico, entre as 18h e as 19h, e depois, entre as 21h e as 22h.

Inicialmente, a medida atingirá uma pequena parcela dos consumidores brasileiros. No primeiro momento, poderão aderir à tarifa branca cerca de 4 milhões de unidades consumidoras, o que representa cerca de 5% de tais unidades, estimou Leite.

Em janeiro de 2019 poderão aderir à nova tarifa aqueles que tenham média anual de consumo maior que 250 kWh/mês. Já a partir de 2020, a modalidade estará aberta a todas as unidades consumidoras, com exceção daquelas de baixa renda, beneficiadas pela tarifa social.

O consumidor deverá fazer a adesão na concessionária de energia que atende a sua cidade. Após análise do pedido, a concessionária tem 30 dias para fazer a troca do medidor de energia, no caso de unidades consumidoras já existentes, ou os prazos e procedimentos padrão para novas solicitações de fornecimento.