Motorista invadiu pista contrária em acidente com seis mortos em Jardim Alegre

(Foto: Danilo Brumatte/Arquivo pessoal)

Instituto de Criminalística concluiu que o acidente que deixou seis pessoas mortas na PR-082, em Jardim Alegre, no norte do Paraná, no dia 9 de maio, foi provocado pelo caminhão envolvido na batida. O laudo com as conclusões das causas do acidente foi divulgado nesta terça-feira (22).

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente ocorreu entre seis motos e um caminhão, por volta das 21h. Os veículos bateram de frente em um trecho de linha reta.

Segundo a perícia, as motos, onde estavam as vítimas, foram atingidas pelo caminhão que estava em alta velocidade e invadiu a pista contrária durante uma ultrapassagem em local proibido.

“As colisões ocorreram na pista onde estava as motocicletas, foi o caminhão que invadiu a pista onde os veículos estavam. O caminhão invadiu quando tentava ultrapassar um segundo caminhão, em um local onde a manobra não poderia ser realizada. Além disso, o veículo estava em excesso de velocidade”, explicou o chefe do Instituto de Criminalística Luciano Bucharles.

Conforme Bucharles, o limite de velocidade na via permitido é de 80 km/h, mas a perícia concluiu que o caminhão estava em uma velocidade aproximada de 98 km/h.

“O caminhoneiro não teve tempo de frear. Na hora que se deparou com as motocicletas não teve tempo de reação, pois o início da frenagem aconteceu depois das primeiras colisões”, disse o chefe do Instituto de Criminalística.

O delegado Gustavo Dante, responsável pelo inquérito sobre o acidente, informou que, comprovada a imprudência, o motorista será indiciado por homicídio culposo no trânsito, com aumento de pena em virtude de ter seis vítimas mortas.

“Com a conclusão do laudo da criminalística temos as causas do acidente. Em função disso, acredito que até a próxima semana devo concluir o inquérito sobre esse acidente”, explicou o delegado.

Fonte G1

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta