Educação e sindicato vão montar grupo de trabalho para discutir PSS

Representantes da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte e da APP-Sindicato se reuniram nesta quinta-feira (8) para discutir questões referentes à contratação de profissionais para atuação na rede estadual de ensino por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS).

No encontro, ficou definido que os critérios atuais dessa modalidade de contratação, com foco em prova de títulos e tempo de experiência, serão mantidos, em atendimento ao requisitado pela APP anteriormente. A secretaria estadual também se comprometeu a solicitar a prorrogação, até julho de 2020, dos atuais contratos dos professores.

Foi decidido, ainda, que será montado um grupo de trabalho permanente, integrado por representantes da Secretaria de Educação e APP-Sindicato. O objetivo é discutir em encontros mensais o novo modelo de contratação via PSS, que será adotado a partir de 2020, além do próximo concurso público para professores e funcionários da rede estadual de educação.

Recorre-se à contratação via PSS para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público para preencher vagas existentes em todo o território estadual.

A Secretaria de Educação foi representada pelo chefe de gabinete e pelo diretor-geral da pasta, Josimar Bochine e Elisandro Frigo, respectivamente, e pela assessora Cinthia Assis. Representando a APP, participaram o presidente do sindicato, Hermes Silva Leão, além de Vanda do Pilar Santana, Nádia Brixner, Élio da Silva, Taís Mendes e Cid Cordeiro.

LICENÇAS ESPECIAIS – O Governo do Paraná autorizou, também nesta quinta-feira (8), a concessão de 3,5 mil licenças especiais para professores e funcionários que tenham cumprido os requisitos para obtenção do direito à aposentadoria.

Serão 750 licenças para servidores do Quadro dos Funcionários da Educação Básica (QFEB) e do Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE) e 2,7 mil para servidores do Quadro Próprio do Magistério (QPM) e do Quadro Único de Pessoal do Poder Executivo (QUP), com período de fruição que vai de 23 de setembro a 21 de dezembro deste ano. A Instrução Normativa que regulamenta os prazos para inscrição e critérios que devem ser preenchidos pelos servidores será publicada na sexta-feira (09).

O Governo também deve anunciar, ainda este mês, a autorização para a implantação de promoções e progressões de professores e funcionários da Educação Básica. Aos funcionários do vínculo QFEB, o pagamento será em setembro retroativo a agosto. Já para os professores a implantação ocorrerá em outubro.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta