Archive for Noticias

Quadrilha assalta ônibus do Paraguai em Campo Mourão durante e madrugada

Foto: Rafael Silvestrin/Tásabendo

Mais um ônibus de turismo foi assaltado na madrugada desta quarta-feira (18) em Campo Mourão. O crime aconteceu por volta das 2h30 no Anel Viário da cidade.

O motorista do ônibus, com placas do Paraguai, contou à polícia que os assaltantes estavam em um VW/Gol preto.

Os criminosos estavam fortemente armados e obrigaram o condutor do coletivo a parar. Após entrarem, obrigaram a entrar em uma estrada de chão, próximo ao Seminário São José.

Após roubarem dinheiro, celulares e objetos pessoais dos passageiros, os infratores fugiram, tomando rumo ignorado. Eles também levaram as chaves do ônibus.

A polícia realizou patrulhamento pela cidade, mas nenhum suspeito foi encontrado. Fonte Tá Sabendo Leia mais

Polícia Ambiental prende contrabandista com 80 mil maços de cigarros

A Polícia Ambiental de Umuarama realizava patrulhamento pela estrada que margeia o Rio Piquiri, saindo para a PR-486, na manhã desta terça-feira (17), quando realizou uma prisão em flagrante.

Sobre a ponte do Rio Piquiri a equipe avistou um furgão Peugeot/Boxer, de cor prata, placas de São José dos Pinhais, que vinha em sentido contrário. Quando passou pelos policiais, o motorista apresentou nervosismo, o que motivou o acompanhamento tático.

O veículo foi abordado e os policiais constataram que estava carregado com cigarros contrabandeados. O motorista, que não teve seu nome divulgado e possui 32 anos, foi preso em flagrante pelo crime de contrabando e descaminho e encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal de Guaíra.

As 160 caixas de cigarros, que totalizam cerca de 80 mil maços, foram entregues na Receita Federal.

Com informações do OBemdito

Senado derruba afastamento parlamentar de Aécio Neves imposto pelo STF

Agência Brasil

O plenário do Senado decidiu reverter a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) e, com isso, pôs fim ao afastamento parlamentar do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que havia sido imposto pelos ministros da Corte no último dia 26.

Com os votos de 44 senadores contra a manutenção das medidas cautelares e de 26 favoráveis, os parlamentares impediram o afastamento de Aécio, o seu recolhimento domiciliar noturno e reverteram a obrigação de entregar o passaporte. Não foram registradas abstenções.

A votação ocorre após a maioria dos ministros do STF decidir, na semana passada, que o tribunal não pode afastar parlamentares por meio de medidas cautelares sem o aval do Congresso Nacional. No fim de setembro, a Primeira Turma da Corte havia decidido, por 3 votos a 2, afastar Aécio do exercício do mandato ao analisar pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) no inquérito em que o tucano foi denunciado por corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base nas delações premiadas dos executivos da J&F.

Debate

Antes de abrir o painel para a votação, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), concedeu a palavra para cinco senadores favoráveis e cinco contrários à decisão do Supremo. Para Jader Barbalho (PMDB-PA), os ministros do STF tomaram uma decisão “equivocada”. “Não venho a esta tribuna dizer que meu voto será por mera solidariedade ao senador Aécio. Com todo respeito a ele, estou longe de aceitar sua procuração ou sua causa. Não estou nesta tribuna anunciando voto em razão do que envolve o senador. Voto em favor da Constituição. Ministro do Supremo não é legislador, não é poder constituinte. Quem escreve a Constituição é quem tem mandato popular”, argumentou.

Já o senador Álvaro Dias (Pode-PR) criticou o que classificou de “impasse” surgido a partir do instituto do foro privilegiado. “A decisão do Supremo Tribunal Federal, corroborada pelo Senado, vem na contramão da aspiração dos brasileiros, que é de eliminar os privilégios. Nós estamos alimentando-os. Não votamos contra o senador, votamos em respeito à independência dos Poderes, em respeito a quem compete a última palavra em matéria de aplicação e interpretação da Constituição, que é o Supremo Tribunal Federal”, disse.

Antes da votação, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que visitou Aécio nesta terça-feira (17), também defendeu o parlamentar mineiro. “A votação hoje é muito além do caso do senador Aécio, a situação dele terá seguimento no STF, qualquer que seja o resultado. Algumas pessoas imaginam que ele foi julgado hoje em definitivo. Ele continuará sua jurisdição na Suprema Corte. Não há que se falar em impunidade. Isso até é um desrespeito à Suprema Corte. Os ministros do STF vão, a partir dos autos do processo, se isso virar um processo, porque estamos na fase de inquérito, absolver ou condená-lo, de acordo com as provas que tiver nos autos desse processo”, disse.

Mais cedo, o PT havia anunciado voto contrário a Aécio. Antes, havia se posicionado defendendo que o Legislativo tem o poder de revisar medidas cautelares impostas pelo Supremo.

PM apreende mais de 37 quilos de maconha, dinheiro e balança de precisão em Maringá

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR 

Mais de 37 quilos de maconha, dinheiro e balança de precisão foram apreendidos por policiais militares do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), pertencente ao 3º Comando Regional da PM (3º CRPM). A abordagem de rotina aconteceu na noite de segunda-feira (16/10) em Maringá (PR), no Noroeste do estado. Um homem foi conduzido à delegacia.

Por volta das 22 horas, os policiais patrulhavam pela Avenida Guaíra, na Zona Sete, quando avistaram uma pessoa em atitude suspeita em frente a uma residência. O homem, de 31 anos, foi abordado e com ele localizado uma porção de maconha e R$ 55,00 em dinheiro.

Na residência do suspeito a equipe da PM encontrou dentro do guarda-roupas, após buscas, 37,6 quilos de maconha, divididos em tabletes, e uma balança de precisão. Segundo o setor de Relações Públicas do 4º BPM, o homem teria adquirido a droga no Mato Grosso do Sul.

O envolvido, que já cumpriu pena por tráfico de drogas, foi levado, juntamente com os tabletes de maconha e as demais apreensões, à 9ª Subdivisão Policial de Maringá para os procedimentos necessários.

Treinamento aborda manejo correto de agrotóxicos

Foto: Edson Denobi

Representantes de órgãos públicos e entidades ligadas aos produtores rurais de Apucarana, Novo Itacolomi e Rio Bom participaram nesta terça-feira (17/10), no salão nobre da Prefeitura de Apucarana, de uma capacitação sobre as corretas técnicas de uso e manejo de agrotóxicos, equipamentos de proteção individual, tríplice lavagem e destinação das embalagens de agrotóxico. O treinamento é fruto de um acordo entre o Ministério Público do Paraná (MPPR) e o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) – formado por 37 empresas do setor de defensivos agrícolas -, firmado após ações de fiscalização constatarem vários casos de uso incorreto de agrotóxicos na região de abrangência da Bacia Hidrográfica do Alto Ivaí, composta por 45 municípios.

Na agenda de Apucarana, a iniciativa contou com apoio das secretarias Municipais da Agricultura e a de Meio Ambiente. A abertura dos trabalhos contou com a presença do vice-prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, da Promotora de Justiça da Comarca de Campo Mourão e coordenadora Regional da Bacia Hidrográfica do Alto Ivaí, Dra. Rosana Araújo de Sá Ribeiro, do representante do Sindiveg, Paulo Cardoso, do coordenador Estadual de Meio Ambiente da Emater, Edinei Bueno do Nascimento, além do secretário da Agricultura de Apucarana, José Luiz Porto e do diretor de Meio Ambiente de Apucarana, Sérgio Bobig. “A questão dos agrotóxicos é um tema que requer toda atenção, é um assunto do século, moderno. Conheço o trabalho grandioso encabeçado pela Dra. Rosana, por isso digo que Apucarana e região agradecem pelo privilégio de receberem este treinamento. Se não tem como ficar sem o agroquímico, tem o jeito certo de aplicá-lo”, pontuou o vice-prefeito Júnior da Femac.

Ele lembrou que o urbano e o rural interagem em tudo. “Na água, no ar, na questão do alimento. Não adianta a gente achar que se fizemos uma queimada na cidade, ou vice-versa, não irá prejudicar todos os lados. Assim, se o que é produzido no campo não vier legal (contaminado), enche o posto de saúde na cidade. Aí a fundamental importância de eventos de capacitação como estes. Certamente todos vão aprender um pouco mais”, disse Júnior.

Tendo em vista o risco de danos ambientais e à saúde dos agricultores e consumidores de produtos agrícolas, os treinamentos da iniciativa visam contribuir para que os agrotóxicos sejam utilizados corretamente e destinam-se especialmente aos produtores rurais, engenheiros e profissionais que realizam assistência técnica, embora sejam abertos a toda a comunidade. “Importante dizer que não estamos combatendo o uso e sim o mau uso, de forma inadequada ou excessiva”, disse Dra. Rosana, coordenadora Regional da Bacia do Alto Ivaí. Segundo ela, os treinamentos estão sendo realizados em cidades pólos-regionais (Campo Mourão, Apucarana, Ivaiporã, Pitanga, Prudentópolis e Reserva). “Pensamos e atuamos em rede ambiental, traçando diagnóstico de acordo com o perfil de cada região e, a partir daí, trabalhando com projetos. Na questão do agrotóxico, está envolvida não só a questão do Meio Ambiente, mas também a da Saúde Pública, e através deste programa de treinamento pretendemos avançar no sentido de informar técnicos e outras lideranças municipais para que possam replicar os conhecimentos junto ao produtor rural”, explicou a coordenadora.

O secretário Municipal da Agricultura de Apucarana, José Luiz Porto, destacou que a prefeitura vem fazendo sua lição de casa. “Desde o ano de 2014 o assunto agrotóxico é pauta importante em Apucarana. A informação ao agricultor faz parte da nossa política, em especial entre os meses de maio e fevereiro, onde a cada 15 dias disparamos alertas aos produtores sobre o uso racional e sobre as técnicas adequadas de manipulação”, comunicou. Ele também lembrou que através do Programa Municipal Terra Forte, a administração tem incentivado a fruticultura. “Atualmente, temos milhares de mudas de 10 diferentes frutas introduzidas pelo projeto junto aos nossos agricultores familiares, e a conscientização do uso correto do agrotóxico se torna ainda mais fundamental”, concluiu Porto.

Dependendo da topografia da propriedade, da velocidade do vento, do tipo de bico de aplicação, o agrotóxico aplicado inadequadamente pode se expandir em até três quilômetros. Além da fruticultura, as hortaliças são outras culturas suscetíveis ao uso irracional de agrotóxicos. A fitotoxidade pode causar perda total, inclusive com necessidade de erradicação da planta de culturas perenes. “O produtor, quando for usar um agrotóxico, deve buscar sempre a orientação de um agrônomo ou técnico agrícola”, orienta o secretário.

Abrangência – Os municípios que fazem parte da Bacia Hidrográfica do Alto Ivaí são os seguintes: Apucarana, Arapuã, Araruna, Ariranha do Ivaí, Barbosa Ferraz, Boa Ventura de São Roque, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Cambira, Campo Mourão, Cândido de Abreu, Corumbataí do Sul, Cruzmaltina, Farol, Faxinal, Godoy Moreira, Grandes Rios, Iretama, Ivaiporã, Jandaia do Sul, Janiópolis, Jardim Alegre, Kaloré, Luiziana, Lunardelli, Lidianópolis, Manoel Ribas, Marilândia do Sul, Marumbi, Mato Rico, Mauá da Serra, Nova Tebas, Novo Itacolomi, Peabiru, Pitanga, Prudentópolis, Reserva, Rio Bom, Rio Branco do Ivaí, Roncador, Rosário do Ivaí, Santa Maria do Oeste, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí.

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

Agência Brasil

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente Michel Temer, traz mudanças importantes nas campanhas realizadas nos meios de comunicação. Uma delas é a liberação parcial de propaganda paga na internet. O tema levanta reflexões de especialistas na área de tecnologia e comunicação.

Conforme a reforma, é “vedada a veiculação de qualquer propaganda paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdos”. Essa alternativa é permitida apenas quando o autor for identificado e se o serviço for contratado por partidos, coligações, candidatos e representantes. O uso deste recurso, contudo, não pode ser feito em dia de votação.

Ainda de acordo com o texto, é proibido usar ferramentas que não aquelas disponibilizadas pelo provedor “para alterar o teor ou a repercussão de propaganda eleitoral, tanto próprios quanto de terceiros”.

 

O provedor deve manter canal de comunicação com os usuários e pode ser responsabilizado por danos causados pela publicação impulsionada se houver decisão judicial pela retirada e ela não for cumprida.

Essa novidade amplia os instrumentos de divulgação para as campanhas em relação aos existentes hoje. Pela legislação atual, um candidato pode manter um site, desde que com endereço 

 

eletrônico informado à Justiça Eleitoral e hospedado em provedor estabelecido no Brasil. Também é permitido o envio de mensagens eletrônicas, como e-mails ou mensagens no Whatsapp, além de publicações nas redes sociais.

Redes Sociais e eleições

Polícia amplia autuações e testes de embriaguez durante feriadão

A Polícia Rodoviária  Estadual intensificou as ações de fiscalização durante a Operação Padroeira. O trabalho se estendeu ao longo dos mais de 12,8 mil km de rodovias estaduais entre quarta-feira (11/10) e a noite de domingo (15/10). De acordo com o batalhão, o número de imagens de radar, testes etilométricos, autuações e infrações relacionadas à embriaguez aumentaram em relação ao ano passado.

Em todo o Paraná, nos cinco dias, foram registrados 132 acidentes, 12 mortes, 150 feridos, cinco atropelamentos, nove infrações de trânsito pelo Art. 165 e sete infrações pelo Art. 306 (crime de embriaguez), além de 961 testes etilométricos, 2.336 autuações, 5.402 imagens de radar e 95 veículos foram retidos. No mesmo feriado de 2016 foram registrados 91 acidentes, nove mortes, 74 feridos, dois atropelamentos, seis infrações de trânsito pelo Art. 165 e quatro infrações pelo Art. 306 (crime de embriaguez), além de 241 testes etilométricos, 1.420 autuações, 1.081 imagens de radar e 84 veículos foram retidos. Leia Mais

Acidente entre caminhonete e carreta deixa 3 mortos e 2 feridos em Pitanga

Três pessoas morreram e duas ficaram feridas em um acidente entre uma caminhonete e uma carreta na PR-466 na Serra da Marrequinha, em Pitanga, na região central do Paraná, na manhã deste domingo (15), de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Dois jovens que estavam na caminhonete tinham 27 anos, e o outro 23 – todos morreram. Eles eram de Guarapuava, que também fica na região central do estado.

A batida foi lateral e aconteceu por volta das 6h30, no km 195 da rodovia. A PRE não informou as possíveis causas do acidente.

Fonte G1

PRF flagra cinco ultrapassagens proibidas por hora durante o feriado no Paraná

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 635 motoristas executando manobras de ultrapassagens proibidas durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida no Paraná.

O número equivale a cinco flagrantes por hora, ou um a cada 12 minutos.

Entre quarta-feira (11) e domingo (15), oito pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais do estado. Outras 126 ficaram feridas. A PRF atendeu 163 acidentes.

Ao longo dos cinco dias da Operação 12 de Outubro, a PRF abordou 112 motoristas que dirigiam sob o efeito de bebidas alcoólicas no Paraná. E mais de 8,7 mil veículos tiveram imagens de suas placas capturadas por radares portáteis, por transitar acima do limite máximo de velocidade.

Um automóvel foi flagrado a 208 km/h na BR-277 na tarde de sábado (14) em Cascavel, na BR-163. Durante a mesma fiscalização, uma motocicleta passou pelo radar portátil da PRF a 205 km/h. Ambos os proprietários receberão uma multa de R$ 880 e terão ainda a carteira de habilitação suspensa por um período de dois a oito meses.

Em 42 abordagens realizadas durante a operação, os agentes da PRF constataram que crianças eram transportadas sem os equipamentos de retenção adequados –cadeirinha, bebê-conforto ou assento de elevação, conforme a idade.

No total, 311 veículos foram recolhidos, por diversas irregularidades. Dez carros roubados foram recuperados pelos policiais rodoviários federais. No total, 60 pessoas foram presas, por diferentes crimes.

Como o feriado de 12 de Outubro caiu em uma quarta-feira no ano passado, a PRF não divulgou comparativo com 2016.

Leia Mais

Avião da dupla Maiara e Maraisa estoura pneu durante decolagem em Maringá

 

Foto WhatsApp

Fonte Tribuna do Norte

Um problema no avião atrasou o voo da dupla sertaneja Maiara e Maraisa, na tarde deste domingo (15), no Aeroporto de Maringá. O pneu do jatinho estourou durante a decolagem. 

A assessoria de imprensa informou que, apesar do susto, ninguém ficou ferido. As irmãs se apresentaram no sábado em Maringá, e neste domingo seguiram para um show em São Borja, no Rio Grande do Sul em outro avião.

De acordo com testemunhas, o avião saiu de pista e acabou parando num gramado lateral a pista do aeroporto.