Archive for Noticias

Agricultor morre atropelado pela própria colheitadeira

Um agricultor de 42 anos morreu ao ser atropelado pela colheitadeira que operava na tarde do último domingo (13). O acidente de trabalho aconteceu por volta das 14h, na zona rural de Reserva (98 km ao norte de Ponta Grossa).

De acordo com a Polícia Militar (PM), Anselmo Sydulovicz Knaut já estava morto quando os policiais e socorristas chegaram ao local. Após atropelá-lo, a máquina seguiu pela plantação até se chocar contra uma árvore.

O corpo de Knaut foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. A Polícia Civil investiga as circunstâncias do acidente.

Informações são do Bonde.

Promotores paulistas contestam envio de investigação contra Lula para Curitiba

Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil

Os promotores do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) Cássio Roberto Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique de Moraes Araújo criticaram ontem (14) a decisão da juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal do estado, de encaminhar à 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) o processo que apura se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o proprietário oculto de um apartamento triplex no Guarujá, litoral paulista. Eles não descartaram a possibilidade de recorrer da decisão.

Para os procuradores, responsáveis pela denúncia contra Lula e que também pediram a prisão preventiva do ex-presidente e de mais seis pessoas na semana passada, a competência do caso é da Justiça paulista. “Embora respeitem a decisão, [os promotores] entendem que a competência seria mesmo do Juízo Criminal desta capital e não da Vara Federal de Curitiba, pois os fatos têm origem e relação com a Cooperativa Habitacional dos Bancários [Bancoop], sediada em São Paulo, sem ligação alguma com os fatos relativos à Petrobrás”, argumentam os promotores em nota.

Segundos os promotores, não há razões para enviar a análise da denúncia para a 13ª Vara Federal de Curitiba, onde estão concentrados os processos da Operação Lava Jato, porque a denúncia do MP-SP apura a titularidade do imóvel e não benfeitorias. De acordo com os promotores paulistas, a Lava Jato investiga se recursos oriundos do esquema de corrupção na Petrobras financiaram a reforma do triplex e a compra de móveis e eletrodomésticos.

Justiça de SP encaminha denúncia contra Lula para Sérgio Moro julgar

Do G1

A Justiça de São Paulo encaminhou a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Justiça Federal, mais precisamente para as mãos do juiz Sérgio Moro, em Curitiba, informou a assessoria do Tribunal de Justiça (TJ) nesta segunda-feira (14). O processo apresentado pelo Ministério Público do estado, no qual denuncia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais 15 pessoas, ainda pede a prisão preventiva do ex-presidente.

A juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga de Oliveira entendeu que:
– Os crimes denunciados são federais, e não estaduais;
– Já há uma investigação em curso sobre esses crimes na Justiça Federal;
– Toda a denúncia vai para a análise do juiz Sérgio Moro, em Curitiba, incluindo as denúncias contra outras 15 pessoas, entre elas a ex-primeira dama Marisa Letícia e o filho de Lula, Fábio Luís Lula da Silva, além do pedido de prisão de Lula e mais seis envolvidos;
– Caso o juiz federal Sérgio Moro entenda que a denúncia é de âmbito estadual, ele pode desmembrar o processo e devolver o que achar pertinente;
– O caso deixa de estar em segredo de Justiça em São Paulo;
Veja a íntegra da decisão da juiza.

Dessa forma, a denúncia e o pedido de prisão contra Lula agora serão encaminhadas da 4ª Vara Criminal da Justiça de São Paulo para o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

A assessoria da Justiça Federal do Paraná informa que o processo ainda não chegou ao Paraná e que não tem data para que isso ocorra. Que, no momento em que chegar ao juiz Sérgio Moro, a praxe é ele abrir vista para o MPF se posicionar sobre o caso.

Na sua decisão, a juíza argumenta que os crimes denunciados pelo MP-SP têm caracteristicas de esfera federal e já são objetos de apuração da Justiça Federal.

A magistrada diz que “o pretendido nestes autos, no que tange às acusações de prática de delitos chamados de ‘Lavagem de Dinheiro’, é trazer para o âmbito estadual algo que já é objeto de apuração e processamento pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) e pelo MPF, pelo que é inegável a conexão, com interesse probatório entre ambas as demandas, havendo vínculo dos delitos por sua estreita relação”. Leia Mais

Domingo de protestos em todo o país: milhares vão às ruas pelo impeachment

Do Fábio Campana

protestoSe era a voz das ruas que os políticos esperavam para decidir sobre o impeachment de Dilma, eles ouviram em alto e bom som. Ao todo, contabilizados os dados das PMs estaduais, cerca de 5 milhões de brasileiros foram às ruas hoje para protestar contra o PT e pedir a cabeça de Dilma Rousseff.

Em São Paulo, segundo a Polícia Militar, 1,8 milhão passaram pela avenida Paulista para pedir o impeachment de Dilma. No Rio, um milhão. Em Curitiba, 200 mil. Mais 1,2 milhão na soma das demais capitais. E pela primeira vez, cidades de médio e pequeno porte fizeram manifestações grandiosas. Exemplo de Foz do Iguaçu, onde 20 mil pessoas foram às ruas para pedir a deposição de Dilma e do PT.

 

 

Homem é morto no Distrito de São Geraldo em Araruna

ararunaNo final da tarde deste domingo dia 13 um crime chocou a população do Distrito de São Geraldo município de Araruna, segundo informações da Polícia Militar de Araruna, o crime aconteceu por volta das 17h15, em uma ruas daquela referida localidade.

Um homem identificado como Júnior Ricardo morreu no local após receber disparos de arma de fogo. Já o segundo homem identificado como o Maicon foi socorrido e encaminhado até o Hospital Pronto Socorro de Campo Mourão, a Polícia Militar de Araruna esteve no local isolou toda a área até o momento da chegada da Polícia Civil da cidade de Peabiru.

Após perícia da Polícia Civil o corpo de Júnior foi encaminhado pelo Instituto Médico Legal IML de Campo Mourão.

Segundo informações da Polícia Militar um dos autores do crime já foi detido e outro envolvido se encontra foragido, a Polícia ainda apura os fatos para identificar a motivação do crime que até o momento ainda é desconhecida..

Fonte: cidadedestaque.com.br

Quadrilha explode agência bancária em Marialva, policial é ferido em cerco montado em Jandaia do Sul

1O  fato ocorreu por volta das 04h30 deste sábado (12),  uma guarnição de Jandaia do Sul juntamente com outras equipes,  estavam realizando um cerco entre Jandaia e Marumbi exatamente na BR 369, afim de localizar e interceptar o veículo que foi utilizado por bandidos, na situação de explosão de caixas eletrônicos em Marialva.

Os indivíduos ao avistar a viatura da PM, começaram a atirar contra os policiais militares, a quadrilha estava em poder de armamentos de grosso calibre.  Um soldado da PM foi atingido com um tiro em uma das pernas.

2O policial foi socorrido e encaminhado ao hospital da Providência de Apucarana, a principio consciente e orientado.  Os marginais conseguiram fugir do bloqueio policial. Informação e fotos Tuia Paraná

Fim do El Niño gera alerta de geada para o Paraná

Da Gazeta do Povo

geada7O Paraná entra na reta final da colheita da safra de verão mas os produtores seguem monitorando constantemente os termômetros e pluviômetros. A preocupação agora se concentra nas áreas de safrinha, que dependem de um clima sem sustos para garantir boas produtividades. O caso mais emblemático é o do milho segunda safra que, com 83% da área já semeada no estado, pode ficar vulnerável a ocorrência de geadas previstas para o mês de maio. A avaliação dos meteorologistas é de que, com um inverno ”normal”, diferente do que ocorreu nos últimos dois anos, as temperaturas mais baixas podem ampliar ainda mais as incertezas.

De acordo com o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia, Luiz Renato Lazinski, os últimos dois invernos foram mais quentes do que o normal, mas este ano teremos um clima típico da estação, com possibilidade de geadas em algumas regiões do Estado. “As áreas mais altas da região Centro-Sul e o Oeste tem mais chance de registrar geadas em maio. Mas se os produtores semearem a safrinha dentro da janela, o risco de a geada trazer estragos é menor”, diz. Já no Norte do Estado as chances de atingir o milho safrinha são pequenas.

Segundo a meteorologista da Somar, Nadiara Pereira, com o enfraquecimento do El Niño – fenômeno que trouxe excesso de chuvas para o Paraná e atrapalhou a colheita da soja no verão – as precipitações devem diminuir de intensidade em todo o Centro-Sul nos próximos meses. Para o inverno é esperada uma condição de neutralidade climática, o que deixará a estação com temperaturas mais baixas do que o ano passado, que foi bastante atípico. “As ondas de frio serão mais intensas, frequentes, persistentes e acontecerão mais cedo. Já a partir de abril podemos registrar quedas de temperatura, mas com risco geada apenas em maio”, explica.

O quadro já motiva um sinal de alerta no campo. “Existe, claro, uma grande preocupação dos produtores pois dependendo da intensidade do frio e de qual fase de desenvolvimento das lavouras vai ser atingida, pode comprometer a safra. Os agricultores precisam se precaver e plantar dentro da janela ideal, mas sempre haverá riscos”, afirma o economista do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab), Marcelo Garrido. Leia Mais

Radialista é assassinado em São Jorge D´Oeste

Foto e informação Jornal de Beltrão

vadaodeborbaO homicídio foi registrado na noite desta quinta-feira, por volta das 21h30, em São Jorge D´Oeste. Segundo informações que circulam pelas redes sociais, o radialista João Valdecir de Borba, o Valdão, foi assassinado com tiros no abdômen dentro da emissora na qual trabalhava. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Há suspeita de que o crime tenha sido cometido por motivação passional. A polícia está apurando o caso.

MP paulista denuncia Lula por supostas ocultação de bens e lavagem de dinheiro

Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) apresentou ontem (9) à Justiça paulista denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelos supostos crimes de ocultação de bens, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. A denúncia, que será analisada pela 4ª Vara Criminal de São Paulo, é relativa à investigação sobre o apartamento tríplex, de Guarujá (SP).

Caso a denúncia do promotor Cássio Conserino, responsável pelo caso, seja aceita pela Justiça do estado, Lula passará a ser réu na ação. Desde o início das investigações, o ex-presidente nega que seja proprietário do apartamento tríplex, alvo de investigação.

Em nota, o Instituto Lula informou que Lula e a mulher,  Marisa Letícia, adquiriram, em 2005, uma cota-parte referente ao antigo condomínio Solaris, então sob responsabilidade da Bancoop [Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo]. A compra foi declarada ao Fisco.

O Ministério Público de São Paulo e a força-tarefa da Lava Jato suspeitam que houve tentativa de ocultar a identidade do dono do tríplex, o que pode caracterizar crime de lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações, a construtora OAS, investigada na Lava Jato, gastou mais de R$ 700 mil em uma reforma no tríplex na época em que a família do ex-presidente tinha opção de compra do imóvel.

Sergio Moro: “Minhas motivações nunca foram partidárias”

Da Gazeta do Povo

tn_8bf684871f_morojpg“Esse tipo de coisa me incomoda”, declarou o juiz federal Sergio Moro sobre as especulações que giram em torno de sua atuação no âmbito da Operação Lava Jato .

O magistrado participou de um evento com empresários do Paraná na noite desta quarta-feira (9), no Castelo do Batel, em Curitiba. Ele proferiu uma palestra para cerca de 100 convidados, que depois puderam fazer perguntas ao magistrado.

Citando a circulação de uma falsa notícia de que seu pai seria um dos fundadores do PSDB em Maringá, Moro ressaltou que nunca teve motivações partidárias para condenar ou inocentar réus.

“Meu pai já é falecido, era professor de Geografia, talvez a pessoa mais honesta que eu conheci. Tenho zero ligação com partidos (…). O juízo trabalha com fatos. Interesses partidários não são o caso dentro da minha profissão”, declarou.

Na palestra, Moro detalhou casos já julgados no âmbito da Lava Jato e pediu desculpas por não poder comentar ações que ainda tramitam na Justiça Federal. Ele também comentou a situação econômica do Brasil. “Me sinto consternado com o quadro econômico do país, mas acredito que a culpa não é da Lava Jato. É preciso trabalhar contra a corrupção sistêmica, o que é bom em todos os sentidos”, disse. Leia Mais