Aluna da Apae de São João do Ivaí participa do fórum de Autodefensoria em Curitiba

A aluna da APAE de São João do Ivaí, Lurdes Pereira Cabral está participando em Curitiba do III Fórum de Autodefensoria. A aluna representa o Conselho Regional de Ivaiporã composta por 10 APAEs.

O evento é importante espaço para que ocorram discussões realizadas pelos próprios alunos que frequentam as Apaes. “Estas discussões ajudam o governo do Estado a traçar políticas públicas voltadas às necessidades destas pessoas que estão reunidas para apontar o que é importante para suas vidas em todas as áreas”.

Além do trabalho junto aos alunos das Apaes, o evento ainda promove uma interação entre os participantes. “Nós trocamos experiências, conhecemos outros alunos e a realidade das outras Apaes”, explica Ângela Batista de Almeida, atual autodefensora do Paraná que estuda na Apae de Campo Mourão.

AUTODEFENSORIA – As Autodefensorias foram criadas nas Apaes para que os alunos expressem suas idéias, desejos e sentimentos, baseados em direitos e deveres das pessoas com deficiência mental e múltipla. “É um casal, acima de 16 anos, eleito pelos seus pares que fazem parte da Diretoria da Apaes”, explicou Neuza Soares de Sá, vice-presidente da Federação das Apaes do Paraná.

Ao final do encontro será elaborada a Carta de Curitiba, com propostas para serem enviadas aos poderes públicos e outras instituições para que sejam efetivadas políticas de atendimento para a área. A Carta ainda será apresentada no Congresso Nacional da Apaes que acontece em novembro em Belém, PA. No sábado (17), os participantes ainda visitam Morretes.

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. A APAE do municipio de Olimpia sempre envolvida com abusos de seus alunos.
    Aluna da APAE de Olimpia pode ter sido vítima de estupro em julho
    Dom, 02 de Outubro de 2011 21:21

    Embora não tenha sido ainda divulgado oficialmente, uma aluna da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) local pode ter sido vítima de um estupro. O crime, segundo a reportagem conseguiu apurar inicialmente, teria sido praticado em julho e por um homem com aproximadamente 40 anos de idade, que residiria em área próxima à região norte de Olímpia, que, inclusive, se encontraria recolhido em uma cadeia à disposição da justiça local.

    O caso, ainda não checado na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), foi descoberto pela reportagem no final de semana passado, durante uma conversa informal com pessoas que mantêm laços de amizade com o autor do crime.

    Mas o certo, e isso segundo dados encontrados no site da Secretaria de Estado de Segurança Pública de São Paulo (SSPSP), é que em julho houve um registro de caso de estupro em Olímpia, catalogado na DDM local. Porém, é a única informação disponível através da Internet.
    http://www.ifolha.com.br/index.php/comportamento/7190-aluna-da-apae-pode-ter-sido-vitima-de-estupro-em-julho

Deixe uma resposta