Novo Itacolomi completa 21 anos hoje

Em 1990, criou-se o município de Novo Itacolomi, através do Decreto Lei nº. 9387, de 28 de setembro de 1990, condicionada à aprovação popular em plebiscito. O mesmo foi realizado após um ano e um mês aproximadamente, 27 de outubro de 1991, quando a população itacolomiense compareceu em peso: dos 1281 eleitores cadastrados pela Justiça Eleitoral, 1.103 compareceram e votaram a favor da criação do ‘tão sonhado’ município de Novo Itacolomi”, explicam Edelaine Nabarreti Delgado e Edivando Vitor do Couto.

Só aconteceu, porém, sua efetiva instalação com a posse do 1º prefeito em 01 de janeiro de 1993. O município de Cambira conseguiu sua emancipação política de Apucarana no ano de 1961, permanecendo com Itacolomi como distrito até a data da emancipação desta localidade.

 

Nos últimos anos, o número de pequenas empresas vem aumentando no município e vem empregando parte da mão-de-obra disponível. O município dispõe de um Parque Industrial, com empresas nos setores de confecções, móveis e alimentos, além de outras em fase de instalação. Oferece um total de aproximadamente 210 empregos.

Conexo à agricultura, Novo Itacolomi, produziu ao longo destes anos produtos voltados a subsistência e exportação. Cultivos como café, arroz, feijão, milho, soja, trigo, além da pecuária leiteira e de corte, sempre figuraram no cenário agrícola desde os primeiros plantios no município até a atualidade.

Nos últimos anos, tem-se adotado no município uma política voltada a conter o êxodo rural através, do apoio e incentivo por parte da prefeitura local com a implantação de culturas e atividades alternativas. Ultimamente produz cultivos de bananas, cerca de 200 hectares, fazendo do município o campeão dessa produção no Vale do Ivaí. Outra atividade econômica de relevância tem sido a avicultura, onde as primeiras instalações ocorreram no ano de 1993. Praticada em todo o município, num total de aproximadamente setenta barracões com capacidade de 15.000 aves cada, gera uma produção anual de aproximadamente 6 milhões de aves, também concedendo ao município o mesmo título. Os barracões se espalham por toda área territorial do município. Porém, nesse contexto, muitas famílias sobrevivem da renda dos aviários direta e ou indiretamente, o que economicamente é muito viável para o município, pois conteve, de certa maneira, o êxodo rural.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta