Para garantir vida digna, salário mínimo deveria ser de R$ 2.285,83

Fábio Campana

Um estudo divulgado ontem pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) revelou quanto deveria valer o salário mínimo no Brasil para que o trabalhador pudesse suprir todas suas necessidades básicas e da família = R$ 2.285,83. O valor passa longe da atual cotação do mínimo, que é de R$ 545,00. A constatação foi feita por meio da utilização da Pesquisa Nacional da Cesta Básica do mês passado, realizada pela instituição em 17 capitais do Brasil.

A base usada pelo Diesse foi o valor da cesta básica no período, de R$ 272,09, e o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência. Ou seja, o mínimo deveria ter sido 4,19 vezes maior do que o piso vigente no Brasil. Os cálculos foram baseados no mês de setembro.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta