Dilma anuncia em cadeia de rádio e TV programas para melhorar Saúde

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff convocou nesta terça-feira (8) a rede nacional de rádio e televisão para falar sobre os programas SOS Emergência e Melhor em Casa, ações na área de Saúde anunciadas nesta terça, pela manhã, no Palácio do Planalto, em uma cerimônia com presença de governadores dos estados.

O programa SOS Emergência prevê parcerias com hospitais privados para melhorar o atendimento de emergência da população. “Vamos criar um novo padrão de qualidade para as pessoas que procuram as nossas emergências”, disse a presidenta no pronunciamento com duração de oito minutos.

Já o programa Melhor em Casa pretende garantir o tratamento de doenças já diagnosticadas em casa. A meta é que, até 2014, o programa tenha mil equipes de atenção domiciliar e 400 de apoio atuando em todo o país. As equipes multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas, vão levar atendimento a casa das pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica.

No pronunciamento, a presidente reconheceu que os dois programas devem ter resultados no longo prazo e ressaltou que o governo está encarando um desafio grande no atendimento de emergência. “São programas importantes e de implantação complexa que não vão resolver da noite para o dia os nossos problemas”.

Dilma discorreu sobre os números da saúde no Brasil, que, segundo ela, quando citados nas esferas internacionais, surpreendem os governantes de outros países. “O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que encarou o desafio de oferecer atendimento de saúde para todos”.

Segundo ela, dos 190 milhões de brasileiros, 145 milhões dependem exclusivamente do SUS para obterem tratamento de saúde. Isso significa para o sistema de saúde, 1 milhão de internações e 500 milhões de consultas ao ano.

“Já ouvi algumas pessoas dizerem que é como enxugar gelo”, disse a presidenta ao se referir aos programas.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta