Prefeita de Nova Tebas demite 98 a pedido do MP

A seis dias para o Natal, 98 funcionários da prefeitura de Nova Tebas, região Centro-Oeste do estado, foram demitidos nesta segunda-feira pela prefeita Heloísa Ivazek Jensen (PRTB). As demissões ocorreram em atendimento à recomendação do Ministério Público de Manoel Ribas. Todos os demitidos eram funcionários comissionados e não haviam participado de concurso público. Os demitidos representam aproximadamente 20% do total de funcionários públicos municipais.
Nova Tebas tem sete mil habitantes e 398 servidores na prefeitura. Os demitidos foram contratados logo após a posse da prefeita em cargos de confiança. Um concurso para contratação de funcionários está marcado para o início de janeiro do próximo ano. A Gazeta do Povo não conseguiu localizar na noite de desta segunda a prefeita da cidade.
A demissão coletiva causou revolta entre os funcionários comissionados. Eles se reuniram na tarde de ontem e decidiram que devem organizar um protesto para esta terça na cidade. Segundo informações de assessores da prefeita, a demissão paralisou serviços essenciais no município.
Até a contratação por concurso, o hospital da cidade ficará fechado. Todos os funcionários da unidade de saúde eram comissionados. Em média, os salários pagos aos servidores variavam de R$ 545 a R$ 1,5 mil. (Gazeta do Povo/ Carlos Ohara, correspondente em Campo Mourão)

 

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta