Ainda existem pessoas honestas, mesmo que demore 30 anos para pagar uma dívida

Meu amigo Rubens do Foto, me mostrou uma carta que recebeu neste fim de semana de uma pessoa que não quis se identificar. leia o que diz a referida carta.

Sr. Rubens, há algum tempo atrás em 1982, eu emprestei um dinheiro do senhor, eu fui embora e estou morando em outra cidade; acabei que não lhe paguei o dinheiro emprestado, mas nunca esqueci disso, passei por situações difíceis, mas agora as coisas melhoraram um pouco para mim, mas me sinto envergonhado e não tenho cara nem de ir acertar esta conta, na época o dinheiro emprestado era 5% do salário mínimo, fui até um contador o qual fez os cálculos de quanto eu deveria devolver e com as várias desvalorizações do dinheiro brasileiro o valor seria de R$ 5,45; pois bem, não sei se estou sendo justo, mas se na época eu emprestei 5% do salário mínimo, agora estou devolvendo 50% do mesmo na atualidade, ou seja 10 vezes a mais.

Peço que me  perdoe e que faça um bom uso deste, pois ele é seu.

Perdoe-me pelo anonimato e de outros.

Abraços.

Seu Rubens relatou que encontrou um envelope embaixo da porta de seu estabelecimento neste domingo com R$ 312,00.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. Ainda há esperança para o Brasil.

Deixe uma resposta