Acusado de homicídio alega legítima defesa em Fênix

Tribuna do Interior

jovem assasinado

O homem acusado de matar a facadas Robert do Nascimento, 19 anos, no final de semana em Fênix, se apresentou na terça-feira, na delegacia de Engenheiro Beltrão, acompanhado do advogado Alfredo Leoncio Dias Neto, de Barbosa Ferraz. J. P. E., 27, alegou legítima defesa e foi liberado, pois além de ter escapado do flagrante ele se apresentou voluntariamente na delegacia e tem residência fixa. O crime aconteceu às margens de uma represa, na cidade de Fênix, por volta das 4 horas de domingo.

Na delegacia, J. P. E. contou que tinha uma rixa com a vítima há algum tempo, por ter se envolvido com uma ex-namorada de Nascimento. Por esse motivo, estaria sendo perseguido e até ameaçado. Na madrugada de domigo os dois se encontram na chamada “Represa Municipal” de Fênix. Segundo informações da Polícia Militar, várias pessoas se reuniram no local para beber e ouvir som automotivo.

Durante uma discussão entre os dois, Nascimento acabou levando pelo menos doze facadas do agressor. Ele foi encaminhado para o hospital municipal de Fênix, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta