Prefeito é acionado por emplacamento de carro oficial

Redação Bonde com MP/PR

O Ministério Público  do Paraná ajuizou, esta semana, ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Alto Piquiri, Gerson Márcio Negrissoli. A Promotoria de Justiça da Comarca aponta indícios de irregularidades no emplacamento de um veículo de propriedade do município.

De acordo com a promotora de Justiça Melissa Cachoni Rodrigues, o prefeito determinou a compra de um veículo GM/Vectra, em 2009, com recursos do município, e escolheu a placa do carro (AUA-1240) com números relacionados ao partido dele (PSB) e ao do ex-prefeito Valter Richter (PDT), que havia apoiado Negrissoli em 2008.

O MP-PR não questiona a compra do veículo, mas sim a personalização no emplacamento, que ainda teve custo para o Município (R$ 50,00).O Ministério Público requer a condenação do prefeito por ato de improbidade, além de pedir à Justiça que determine a troca da placa do Vectra e que proíba o prefeito de incluir números de partidos políticos nas placas de novos veículos públicos.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta