Apagão de internet e celular afeta usuários do Paraná e de outros estados

Da Gazeta do Povo

O rompimento de cabos de fibra óptica em Quatro Barras e Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, afetou a conexão de internet em cidades do Paraná, inclusive a capital, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, nesta quarta-feira (25). Usuários de diversas operadoras em Curitiba, Londrina e Maringá, entre outras, tiveram problemas na conexão banda larga e 3G desde o fim da manhã, além de dificuldades no uso de telefones celulares.

A informação é da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que confirmou, por volta das 17 horas, que o rompimento afetou, de forma diferenciada, várias operadoras de telefonia fixa e móvel, além de causar impacto nas chamadas telefônicas e no acesso à internet. Ainda não há informações sobre a causa da falha e do número de usuários afetados.

A informação dada inicialmente por fornecedores de fibra óptica às operadoras telefônicas era de que o rompimento teria sido em Cotia, em São Paulo, e que pelo menos três cabos teriam sido rompidos.

A Copel informou que cerca de 1,5 mil clientes corporativos da companhia ficaram sem conexão com a rede.

No meio da tarde, por volta das 15h30, a conexão de celular e internet de alguns usuários começou a ser reestabelecida. A previsão é de que até o final da tarde desta quarta-feira, todo o sistema volte a operar normalmente.

Operadoras telefônicas

A TIM confirmou na tarde desta quarta-feira que houve problemas de conexão com grande parte dos usuários, mas ainda não há informações do número de clientes afetados. A assessoria de imprensa da TIM explicou que os códigos dos chips dos aparelhos celulares são cadastrados em regiões diversas do país – e não só na cidade em que o aparelho foi cadastrado – para que, em caso de uma pane geral, por exemplo, alguns usuários consigam estabelecer conexão tanto de internet quanto telefônica.

às 17 horas, em nota, a operadora informou que os clientes da região Sul “podem ter encontrado dificuldades para utilizar os serviços de voz e dados da operadora, devido a um triplo rompimento de fibra óptica da rede de transmissão que interliga os sistemas desses Estados com o restante do Brasil”. Segundo a TIM, o sistema voltou ao normal às 16h30.

A OI informou que não houve registro de problemas entre seus usuários.

Em nota, a Telefônica/VIVO explicou que por volta das 13h00, alguns clientes de Paraná e Santa Catarina “podem ter encontrado dificuldades na utilização dos serviços de voz e dados da empresa, devido a rompimentos de cabos de fibra óptica contratados de terceiros”. Segundo a operadora, a situação foi normalizada às 15h40.

Em nota, a GVT informou que o serviço de banda larga dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul apresentam lentidão desde o início da tarde e que equipes “trabalham para restabelecer o serviço o mais breve possível”. Clientes podem esclarecer dúvidas pelo telefone 103 25, da Central de Atendimento.

Segundo a CLARO, em nota, “uma instabilidade causada por uma falha na rede de transmissão de um fornecedor pode ter afetado parte de seus assinantes no Paraná a partir das 13h25” desta quarta-feira. A previsão da operadora é de que o problema seja solucionado ainda nesta tarde.

Tráfego da internet

Às 15h21, o site da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, que possui um sistema para visualização em tempo real da utilização do tráfego de internet no país, mostrava uma falha em um backbone entre São Paulo e Paraná (na foto, a linha preta). Perto das 16 horas, o tráfego havia retornado ao normal.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta