Arrendamento do Sport de Campo Mourão vai parar na Justiça; tem Vereador de São João do Ivaí envolvido

Luiz Carlos Kehl luta para reassumir o Sport

Matéria do Jornal Tribuna do Interior

O arrendamento do Sport Club Campo Mourão ao empresário e vereador de São João do Ivai, Luiz Leão deverá parar na justiça durante essa semana. Isso porque o presidente do clube, Luiz Carlos Khel alega que o empresário não cumpriu com as normas do contrato e durante os três meses em que está no comando do clube, não pagou nenhuma das mensalidades, no valor de R$ 5 mil. Além disso, ele não teria investido em melhorias do CT e os 30 atletas e funcionários que estão alojados no local estão passando necessidades.

“A situação está muito complicada. No sábado, para se ter uma ideia, os atletas foram jogar em Londrina pelo Paranaense sub20, sem almoço. Além disso, uma cozinheira de 60 anos que tínhamos no clube já foi embora porque não recebeu salário durante esses três meses”, lamentou Kehl. Outros funcionários e comissão técnica do clube ameaçam entrar em greve caso continuem sem receber. “Até luz e água poderão ser cortados por falta de pagamento. O alimento que tem sido servido aos atletas é de péssima qualidade e a Vigilância Sanitária já estipulou prazo para que as condições sejam normalizadas, pois caso contrário vai fechar o clube.”

Kehl conta que os atletas só não estão sem comer porque ele tem levado alimento no CT, com dinheiro do próprio bolso. Nos últimos dias ele diz que conversou com o empresário de São João do Ivai, mas nada mudou. “Os advogados do clube vão entrar na justiça e tudo o que queremos no momento é que esse contrato seja rescindido judicialmente para que possamos voltar ao comando do clube. A multa por rescisão de contrato é de R$ 150 mil, mas isso não me preocupa. O que me preocupa é esse descaso com os funcionários e atletas. Não podemos permitir que continue dessa forma”, afirma.

Pelo contrato, o empresário Luiz Leão assumiria a equipe do Sport, que mantém vaga na terceira divisão do Campeonato Paranaense e também as categorias de base. O documento estabelece ainda o pagamento de mensalidade no valor de R$ 5 mil por mês ao Sport, além de investimentos em melhorias no CT. “Nada foi cumprido, por isso confio na justiça para poder voltar a tomar conta do Sport, que está bem colocado no Campeonato Paranaense sub20. Até pedi para a comissão técnica continuar conosco porque temos interesse em resolver o quanto antes essa situação”, disse ele.

Luiz Leão mantém uma escolinha de futebol em São João do Ivai, a Associação Atlética Ivaiense. No entanto, segundo o presidente do Sport, o Conselho Tutelar daquela cidade desativou as atividades no local por não oferecer condições mínimas de cuidado com os atletas, que são menores de idade. O empresário Leão foi procurado pela TRIBUNA, mas até o inicio da tarde de hoje ele não atendia o celular.

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. Olá, esse empresário e o Kell se merecem, esse Kell adora o errado, nunca paga ninguem, principalmente a arbitragem, vendeu o clube para ESSE otario de sao joao do ivai com a intençao de receber cinco mil por mes, mais uma vez se deu mal.
    Kell, voce é uma vergonha para o futebol do paraná.
    É só ver o curriculum dele na federaçao.

Deixe uma resposta