Quadro de candidaturas ainda é indefinido no Vale do Ivaí

Do Jornal Tribuna do Norte

A proximidade das convenções, aptas a terem início no próximo dia 10, ainda está longe de representar uma definição quanto às pré-candidaturas a prefeito na região. A quatro meses das eleições, partidos em alguns dos principais municípios do Vale do Vaí custam a chegar a um consenso sobre alianças e nomes para a compor a disputa pelo Executivo.

 

Em São João do Ivaí, as convenções também devem começar com um quadro eleitoral confuso e com grandes possibilidades de mudança. Pela situação, quem deve concorrer a prefeito é o atual vice, o professor Caveira (PMDB). Os outros dois pré-candidatos da cidade, Mário Iurino (PSB) e Fábio Hidec (PPS) não escondem que ainda podem se unir para formar uma frente de oposição.

Nem mesmo o quadro de Apucarana, cuja lista já tem seis nomes para concorrer a prefeito, pode escapar de alterações nos próximos dias. Isso porque alguns partidos, como o PPS, de Mirynho Moisés, e o PMDB, do atual prefeito João Carlos de Oliveira, aguardam o resultado de uma reunião entre o governador do Estado, Beto Richa, e o pré-candidato do PSDB, Sérgio Bolonhezi, o Sérgio do Cristma. Ao que tudo indica, o encontro deve mudar os rumos no quadro dos ‘prefeituráveis’.

 

Em Jandaia do Sul, a relação de pré-candidatos também segue confusa. O presidente do PMDB local, Divaldo Calixto, relata que a intenção é apoiar o grupo do atual prefeito, José Rodrigues Borba (PP). O partido de Borba, entretanto, ainda não estaria fechado em torno de um nome para disputar a Prefeitura. “Estão sendo cotados nomes de várias pessoas, como a primeira-dama, o prefeito, o Miller Borba e até o Carneiro (atual vice-prefeito)”, comenta Calixto.

 

Muita coisa também pode acontecer na oposição de Jandaia do Sul. Pré-candidato pelo PSC na cidade, o ex-vice-prefeito Dito Pupio afirma que estuda uma possível composição com o pré-candidato Cir Albieri, do PDT. “Esperamos ter uma definição até o dia 15 de junho”, prevê. Jandaia ainda tem como pré-candidato a prefeito o empresário Dionísio Costa Alves, o Fifa, do PSDC.

 

Em Cambira, o empresário Cláudio Alexandre Sotti, do PSD, é pré-candidato a prefeito, mas admite que também está aberto a propostas para, quem sabe, sair de vice. “Vamos ver o que é melhor para a cidade”, disse. A prefeita Neusa Bellini, que já demonstrou interesse em ir à reeleição pelo PSDB, e o ex-vereador Moacir Menosse (DEM) devem ajudar a compor a disputa pela Prefeitura de Cambira.

 

Vice-prefeita em Borrazópolis, a tucana Selma Silva assinala que ainda precisa ‘acertar os ponteiros’ em Curitiba quanto à sua pré-candidatura. Ela pontua que também há chances de uma composição com o pré-candidato Vilmar Sapatieri (PSL) para enfrentar o candidato da situação, Adilson Luchetti (PT), e o peemedebista Valdinei Del Grande, o Di.

 

Do mesmo modo, a disputa eleitoral em Ivaiporã só deve ficar mais clara depois das convenções. A cidade tem como pré-candidatos o atual prefeito Cyro Fernandes (PT), o empresário Luiz Carlos Gil (PMDB), o vereador Jaffer Ferreira, do PSDB, e o ex-vereador Luiz Carlos de Oliveira (PSD), que, por sua vez, não descarta sair a vice nestas eleições. “Somos um partido de centro e podemos fazer alianças com qualquer um deles”, diz.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta