Repórter Deusdete morre em Apucarana

Da Tribuna do Norte

A Autarquia de Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa) confirmou que o repórter de rádio Deusdete Tadeu da Fonseca, de 46 anos, morreu no final da tarde deste domingo (17).

Ele lutava há cerca de dois meses contra uma grave enfemidade hepática e esteve internado no Hospital da Providência por mais 40 dias.

Segundo a Aserfa, o velório acontece na Capela Mortuária de Apucarana e o sepultamento está previsto para as 17 horas de segunda-feira, no Cemitério Portal do Céu.

Deusdete trabalhava no rádio há mais de 20 anos. Foi repórter de emissoras de Jandaia do Sul e Mandaguari.

Depois veio para a Rádio Nova AM, de Apucarana, do Grupo Pinga Fogo de Comunicação. Na emissora ele trabalhou como repórter e apresentador de programas sertanejos e do Bom do Negócio.
Entre um plantão e outro para apurar informações sobre ocorrências policiais com agilidade, Deusdete ainda encontrava tempo para animar e cantar em festas realizadas em municípios da região, como Cambira, Jandaia do Sul e Rio Bom.
O repórter deixa a viúva Vanilza e as filhas Beatriz e Bianca, além de um grande número de amigos.
O bordão usado por Deusdete para abrir sua participação em noticiário da Rádio Nova AM às 11h30, de segunda a sábado, ainda ecoa na memória dos companheiros e ouvintes que o conheceram “de verdade”:

“Mais atenção Apucarana!!!”

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta