São Pedro do Ivaí entrega barracão e pavimento esperado por 28 anos

Tribuna do Norte

Imagine esperar por 28 anos, convivendo com a lama e o pó, até que as obras de pavimentação asfáltica cheguem em frente à sua residência. Foi o que aconteceu com os moradores do Rua Maria Thereza e travessas, no Jardim Juju, em São Pedro do Ivaí. O sonho da pavimentação, porém, tornou-se finalmente realidade. A inauguração aconteceu na noite do último sábado (23). “Isso é qualidade de vida, isso é valorização dos imóveis, isso é desenvolvimento. Estamos muito felizes em poder entregar esta obra”, afirmou a prefeita Maria Regina Della Rosa Magri.

Segundo a prefeita, ao assumir o cargo, em janeiro de 2009, ela tinha 25 metas. “Porém, fomos obrigados a mudar nossas diretrizes, devido à situação financeira em que encontramos o município. Nossa preocupação primeira foi com os salários dos servidores em dia, aplicação dos 25% do orçamento em educação, 15% em saúde e outras obrigações previstas em lei”, acrescenta Regina, salientando que o jeito foi correr atrás de parcerias junto ao governo estadual e ao governo federal. “Não prometemos esta obra, mas ela está aqui e só saiu por causa de muita luta”, acrescentou. A pavimentação foi viabilizada através de emendas ao Orçamento da União pelos ex-deputados federais José Borba e Ricardo Barros.

Vereadores e moradores da localidade destacaram a importância da obra. “Foram 28 anos de expectativa. Só comigo na Câmara, foram 16 anos. Sabemos o quanto essa conquista foi dura”, afirmou o presidente da Câmara, José Donizete Izalberti. Com exceção de Elimar Furtado, que estavam em viagem, todos os demais vereadores estiveram presentes. “Isso aqui era um brejo, abandonado. É uma das obras mais importantes dos últimos tempos”, afirmou o aposentado Humberto Bernardi, morador em São Pedro há mais de 50 anos.

No mesmo dia, a Prefeitura inaugurou um barracão industrial no Jardim Barbacena. Com 318,89 m2, ele custou R$ 221.334,23 e foi conseguido com apoio do deputado estadual Nelson Justus. O espaço deve ser destinado a duas empresas, após processo de leilão público.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta