Procon recolhe 700 kg de comida estragada em Sarandi, no norte do PR

Do G1

O Procon de Sarandi, no norte do Paraná, divulgou, nesta quarta-feira (4), o balanço de uma fiscalização feita em supermercados e mercearias da cidade. O trabalho durou 60 dias. Durante esse tempo, cerca de 700 quilos de alimentos em situação irregular foram encontrados e tirados de circulação.

A maior parte das mercadorias descartadas pelos fiscais era de carnes e outros frios. Cerca de 200 quilos de carne foram retirados dos açougues da cidade. “Carne, iogurte, queijos são alimentos que estragam rápido”, explica o coordenador do Procon, Alexandre Peraro.

Além desses produtos, também foram encontradas caixas com comidas para bebês, cujo prazo de validade já havia vencido. Em alguns casos, segundo o Procon, algumas dessas mercadorias já chegavam estragadas aos estoques dos estabelecimentos, mas eram vendidas mesmo assim.

As multas aplicadas na região ultrapassam R$ 1 milhão. De acordo com Peraro, o trabalho de visita às empresas deve continuar. “Inclusive, até, porque foram encontrados produtos para recém-nascidos vencidos, com data de validade de sete meses atrás, a venda”, conta o coordenador.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta