Bandidos arrombam cofre do Banco do Brasil de Manoel Ribas

Do Jornal Paraná Centro

O Banco do Brasil de Manoel Ribas foi alvo de bandidos na madrugada da segunda-feira, dia 20 de agosto. Segundo a Polícia Civil, que conduz as investigações sobre o caso, ladrões arrombaram uma parede nos fundos do estabelecimento e entraram na sala que fica ao lado do cofre. Utilizando guarda-sóis, eles bloquearam os sensores de movimento e viraram as câmeras de monitoramento para evitar registrar a ação. Na sequência, utilizaram uma máquina de cortar ferro, fizeram um buraco na parede do cofre da agência e levaram o valor encontrado.
O escrivão Cezar Napoleão Ribeiro disse que não foi informado, pela agência, o valor roubado pelos bandidos.

Durante a ação um dos ladrões acabou se ferindo, provavelmente ao manusear a máquina de serra, e deixou marcas de sangue espalhadas no chão e nas paredes da agência. Eles também defecaram no fundo do BB e utilizaram nota de dinheiro como papel higiênico.

A Polícia Civil recolheu impressões digitais e restos de sangue, além das ferramentas, guarda-sóis e embalagens utilizadas pelos ladrões para tentar identificar algum dos elementos envolvidos na ação criminosa.

Também foi encontrado um aparelho que transforma a energia 110 volts em 220 volts. “Isso pode indicar duas coisas: os aparelhos usados pelos ladrões são de uso profissional ou a quadrilha é proveniente de Santa Catarina”, cogitou. Em Santa Catarina, a energia é 220 volts.

Ribeiro acredita que a forma de agir é semelhante aquela utilizada recentemente nas agências do Banco do Brasil de Ivaiporã e Engenheiro Beltrão.

BB foi alvo de ladrões há 2 meses
Esta é a segunda vez, em menos de dois meses, que o Banco do Brasil de Manoel Ribas é visitado por ladrões. No dia 23 de junho, bandidos arrombaram o caixa eletrônico da agência e levaram certa quantia em dinheiro. Ribeiro acredita que os elementos são os mesmos que tentaram furtar a agência do Sicredi e acabaram sendo presos, há cerca de 2 semanas pela Polícia Militar.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta