Acusado de mandar matar prefeita de Califórnia está preso

normal_2501californiaPoliciais Civis das Delegacias de Apucarana e Marilãndia do Sul, prenderam, na tarde da última quinta-feira (23), em Apucarana, no momento em que chegava em um shopping localizado no centro da cidade, Luis Roberto Woidela, 31 anos, também conhecido como “Beto Woidela”, ex-contador e funcionário de carreira da Prefeitura de Califórnia. Ele é apontado pela Polícia Civil como sendo o mandante do atentado a tiros que vitimou Ana Lucia Mazeto, prefeita eleita de California, em 22 de novembro do ano passado. No momento da prisão, “Beto Woidela” estava acompanhado da sua esposa e não ofereceu resistência.

A prisão de “Beto Woidela” ocorreu por força do cumprimento do mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal da Comarca de Marilândia do Sul, onde tramitam as investigações que apuram a prática de homicido doloso, na forma tentada contra a vítima.

Marcelo Garcia Knopf, 35 anos, o “Marceleinho”, morador em Californcia, já estava preso no “mini-presidio” de Apucarana, desde o dia 26 de dezembro de 2012, em razão do cumprimento de prisão temporária, com duração de 30 dias.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta