Mais duas cidades do Paraná estão com epidemia de dengue, diz boletim

do G1

dengueA Secretaria da Saúde divulgou nesta segunda-feira (25) os novos números da dengue no Paraná. Mais dois municípios se encontram em situação de epidemia, totalizando 13. São João da Caiuá, no noroeste, e Engenheiro Beltrão, na região centro-ocidental – que apresentaram 27 e 65 casos, respectivamente – entraram na lista por ultrapassarem a marca de incidência de 300 casos por 100 mil habitantes.O último boletim havia sido divulgado na terça-feira (19).

De acordo com o boletim, foram confirmados 5.438 casos da doença, entre agosto de 2012 e esta segunda-feira, e seis mortes causadas pela dengue, em 2013. Paranavaí, São Carlos do Ivaí, Japurá, Peabiru, Fênix, Quinta do Sol, Terra Rica, Primeiro de Maio, Santa Fé, Formosa do Oeste e Tamboara também estão com epidemia da doença. Os casos se concentram nas regiões noroeste e oeste do estado.

O superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, destacou que o estado enfrenta um período crítico da doença devido ao clima. “O combate à dengue deve ser feito durante todo o ano, mas devemos ficar atentos ao período de calor intenso e chuvas, que favorecem a proliferação do mosquito transmissor da doença”.

Segundo o boletim da Secretaria da Saúde, dos casos confirmados, 15 evoluíram para a forma grave da doença.  “A qualquer sintoma de dengue, o paciente deve procurar o serviço de saúde imediatamente. Se voltar para casa e os sintomas piorarem, deve retornar ao serviço de saúde e informar que já procurou atendimento antes, levando o cartão do paciente”, disse o superintendente. Ele também explicou que a demora na procura por atendimento médico pode agravar o quadro clínico.

A secretaria confirmou a morte de seis pacientes que tiveram a forma mais grave da doença morreram de dengue. Ainda conforme o boletim, três novas mortes foram registradas em Peabiru e outra em Campo Mourão. Além dessas, duas mortes já haviam sido confirmadas em outros momentos: uma em Peabiru e outra em Paranavaí.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta