Homem queimado pela esposa morre no hospital em Apucarana

Tribuna do Norte

Aparecido Gutierrez, mais conhecido como “Cido do Frete”, de 43 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (2), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Providência. Segundo a Polícia Militar (PM), ele teve 83% do corpo queimado depois que sua própria companheira, identificada apenas como Roseli, jogou álcool sobre ele e lhe ateou fogo.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana para necropsia. A mulher fugiu e ainda não foi localizada pela polícia.

Cido teve o corpo incendiado no início da madrugada de quarta-feira (1º), na moradia do casal, na área central da cidade de Mauá da Serra.

PMs foram até a residência do casal e notaram que no local havia muita fumaça, mas a mulher não estava mais na casa. No casa foram apreendidos recipientes de álcool e um tijolo que a suposta autora do crime teria usado para golpear a vítima na cabeça durante o sono.

A Polícia Civil instaurou inquérito relativo ao caso e apura a informação de uma testemunha dando conta que o casal brigava muito e que a atitude da mulher seria um ato de vingança por causa de agressões sofridas por parte do companheiro.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta