Policia Militar Ambiental prende dois homens em flagrante caçando animais silvestres

Depois de receber denúncia anônima de que um grupo de homens armados estariam atuando em crimes na região da cidade de Sertaneja, policiais militares ambientais pertencentes ao Grupo de policiamento Aquático do pelotão de Londrina intensificaram buscas na área indicada no intuito de identificar e prender os criminosos.

Por volta das 21hs os policiais encontraram na estrada que liga a cidade de Rancho Alegre a Sertaneja, próximo da ponte do Rio Congonhas a localização de dois homens que foram abordados e estavam armados e andando pela região, segundo informação deles estariam no local praticando caça a animais silvestres.

Imediatamente foi dada voz de prisão aos dois envolvidos que não esboçaram reação contra a guarnição policial, sendo detidos e lidos os seus direitos constitucionais, não sendo verificada nenhuma resistência ou necessidade de uso de força policial contra eles que depois disto foram presos pelo crime de porte de arma e pelo crime de tentativa de caça de animal silvestre, pois não foram encontradas nas buscas animais abatidos.

Os dois presos foram conduzidos ao distrito policial da cidade de Uraí aonde foram autuados em flagrante pelo crime constatado, os dois são moradores na cidade de Uraí e segundo eles estavam caçando animais silvestres no local, o primeiro homem preso tem 43 anos de idade e estava com uma espingarda calibre vinte e dois, trazia com ele 53 (cinquenta e três cartuchos) intactos, o outro homem também com 43 anos de idade foi preso com uma espingarda calibre trinta e oito, e tinha 12 (doze) cartuchos intactos, na arma de calibre trinta e oito foi encontrado um dispositivo que emite raio laser, e foi adaptado para servir de mira noturna contra os animais que eram caçados.

Os policiais continuarão em diligencias e operações na região tentando colher mais informações das ações dos presos, ou outras pessoas que podem estar praticando vários crimes como roubos ou até mesmo furto de animais criados para venda.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental vem realizando intenso esforço em todo o Estado, conforme ordem direta de nosso comandante do BPMA, Senhor Tenente Coronel Chehade Elias Geha, no sentido de reprimir delitos ambientais, como o tráfico de animais silvestres, a pesca ilegal e predatória, a caça e outros ilícitos ambientais.

Nossas ações se tornam mais eficazes, como comprovado nesta ocorrência, quando a sociedade participa, informando os locais onde estão sendo praticados crimes ambientais não sendo necessária a identificação do denunciante no telefone (43) 3341-7733.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta