Dr. Sérgio Ricardo Montero: Tratamento Ortodôntico

Dr. SergioPara tratar sobre esse tema, irei enumerar e responder às perguntas mais frequentes feitas no dia-a-dia do consultório:

O que é ortodontia?

– É a especialidade da Odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face e dos dentes, determinando seus desvios para que seja feito o tratamento.

Em que idade deve ser iniciado o tratamento ortodôntico?

– Não é a idade que determina o início do tratamento, mas sim o tipo de problema existente. Alguns demandam de início imediato outros devem ser acompanhados pelo ortodontista para se definir o momento ideal do início.

Quais são os benefícios do tratamento ortodôntico?

– A principal função do tratamento ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária (encaixe correto dos dentes), que é fundamental para a correta mastigação, nutrição e saúde bucal e geral. Com o restabelecimento da oclusão, evitam-se problemas de respiração, deglutição, fala e articulação da mandíbula. O segundo objetivo é o restabelecimento da estética facial.

Adultos podem usar aparelho?

– Sim, pois não existe uma idade máxima para a realização do tratamento ortodôntico. Este pode ser mais lento e limitado nos adultos devido à falta de crescimento, problemas periodontais, ausência de dentes, uso de próteses e restaurações extensas.

Quais são os tipos de aparelho?

– Os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: fixos e removíveis. Os aparelhos fixos são colados aos dentes, sendo compostos por bráquetes (tijolinhos), tubos e anéis (bandas). Esses componentes suportam o fio metálico responsável pelo movimento dos dentes. Permitem maior movimentação dos dentes e não dependem da cooperação do paciente na maioria dos casos. Os aparelhos móveis são apenas encaixados nos dentes. Dependem da cooperação do paciente em todos os casos e proporcionam movimentos limitados dos dentes. A definição de qual aparelho utilizar depende do tipo de tratamento a ser realizado, variando muito em cada indivíduo.

Existe aparelho estético?

– Sim, existem aparelhos de cerâmica que se confundem com a cor dos dentes. São utilizados de acordo com a preferência do paciente.

Quanto tempo demora o tratamento ortodôntico?

– É difícil de se prever o tempo de um tratamento ortodôntico, pois esse depende de vários fatores, como respostas individuais, tipo de má oclusão, tipo de aparelho utilizado, colaboração do paciente e por aí vai. Qualquer previsão quanto ao tempo de duração de um tratamento ortodôntico no seu início é puro palpite.

É dolorido?

– Podem ocorrer desconfortos logo após a montagem dos componentes, como irritações nos tecidos moles. Geralmente isso desaparece após 1 ou 2 semanas. Outro possível incomodo é a sensibilidade pós-ativação, que ocorre após os ajustes do aparelho, desaparecendo em cerca de 1 semana.

Existe algum risco no tratamento?

– Quando o tratamento é bem planejado e executado por um profissional qualificado, não existem riscos maiores ao paciente, desde que este siga todas as instruções dadas pelo profissional, principalmente quanto aos cuidados com o aparelho e freqüência as consultas. Vale ressaltar que aparelho ortodôntico não provoca manchas ou cáries nos dentes, mas sim aparelho mal cuidado pelo paciente. O paciente que não comparece nas consultas agendadas para os ajustes do aparelho (manutenção) compromete o andamento e a qualidade do tratamento, pondo em risco a sua saúde.

Se os pais possuem má posição dos dentes, o mesmo pode ocorrer com os filhos?

– Sim, mas isso pode não ocorrer. Além disso, existem outros fatores que podem levar ao tratamento ortodôntico, como respiração bucal, sucção de dedo ou chupeta, deglutição inadequada e defeitos de face.

É necessário extrair dentes?

– Em muitos casos a extração de dentes se faz necessária, principalmente naqueles em que há falta de espaço para a acomodação de todos os dentes no arco. Quando bem indicadas, as extrações dentárias não causam problema algum ao paciente.

Existe a possibilidade de os dentes retornarem à posição original?

– Quando o tratamento ortodôntico é bem planejado e corretamente executado, essa possibilidade não existe. Apesar disso, podem ocorrer pequenas acomodações pós-tratamento em decorrência do crescimento e das alterações funcionais por envelhecimento. Essas acomodações são controladas pelo correto uso dos aparelhos de contenção por parte do paciente após o término do tratamento ativo.

Faça um comentário caso ainda tenha alguma dúvida.

Dr. Sérgio Ricardo Montero

Cirurgião Dentista, Clínico Geral, Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial e Habilitado em Laserterapia. São João do Ivaí – PR.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta