Dia Nacional de Lutas teve protestos espalhados por todo o Paraná

Do G1

pedagiocascavel21_1O Dia Nacional de Lutas teve protestos registrados em todo o Paraná. Desde o início da manhã desta quinta-feira (11), milhares de trabalhadores protestaram por diversos temas, comandados por representantes das centrais sindicais, movimentos sociais e servidores públicos. As paralisações atingiram montadoras, hospitais, usinas, praças de pedágio, correios, serviço de limpeza urbana e de transporte coletivo. Não houve registros de incidentes graves.

Manhã
As primeiras manifestações começaram já no início da manhã, com a adesão de metalúrgicos da Grande Curitiba. De acordo com o sindicato da categoria, dez mil trabalhadores participaram do protesto e paralisaram as atividades. Na pauta dos manifestantes estavam reivindicações como a redução da jornada de trabalho para 40 horas, a valorização das aposentadorias, a revisão dos preços das taxas de pedágio e mudanças no sistema de eleições do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). Entre as montadoras afetadas pelos protestos estiveram a Renault, Volvo e Volkswagen.

Funcionários e representantes do Hospital de Clínicas (HC), em Curitiba, deram início a uma paralisação à 0h desta quinta-feira (11), em apoio ao movimento nacional grevista. Ao todo, 1.200 consultas e 700 exames eletivos – previamente agendados – deixaram de ser feitos durante todo o dia, e apenas 30% do efetivo permaneceu em atividade. Também na capital, trabalhadores do setor de limpeza paralisaram as atividades pela manhã, com retorno previsto apenas para sexta-feira (12). A Prefeitura de Curitiba chegou a recomendar que a população não coloque os sacos de lixo nas ruas. Leia Mais

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta