Copel inicia campanha de prevenção de acidentes

Semana de Segurança com Energia Elétrica deve alcançar 160 milhões de pessoas em todo o país

Rede elétrica já existente poderá trafegar dadosTeve início nesta segunda-feira a 8ª Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica, que mobiliza 64 concessionárias de distribuição na divulgação dos cuidados para evitar os principais acidentes com eletricidade.

No Paraná, a Copel estima atingir diretamente cerca de 200 mil pessoas em todo o Estado, por meio de palestras educativas em escolas e canteiros de obras, e da distribuição de cartilhas e folhetos explicativos com dicas de prevenção de acidentes.

“Aproveitamos a realização desta campanha pelo oitavo ano seguido para conscientizar as pessoas sobre a adoção de cuidados simples que podem evitar acidentes graves”, afirma o diretor de Distribuição da Copel, Vlademir Santo Daleffe. “Nós trabalhamos para manter a rede elétrica em condições adequadas e seguras, mas isso nem sempre é suficiente para evitar os acidentes. A população precisa conhecer os perigos da eletricidade, e aprender a utilizá-la com atenção e segurança”.

Principais acidentes

Em 2012, no Paraná, 38 pessoas sofreram acidentes com eletricidade e 12 morreram. Em 2013, até o momento, foram 13 acidentes, com 5 mortes registradas.

Até sexta-feira, cerca de 300 empregados voluntários da Companhia irão às ruas de todo o estado para levar orientações sobre as principais situações de acidentes causadas pelo choque elétrico: na construção civil (25% dos casos de acidentes no Paraná), na instalação de antenas de TV, ao soltar pipa, e decorrentes do furto de energia.

A Companhia também veicula mensagens com orientações em 300 rádios de todo o Paraná. No Brasil, com participação de todas as distribuidoras de energia filiadas à Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), o objetivo é conscientizar cerca de 160 milhões de pessoas.

Dados nacionais

No Brasil, ocorreram 818 acidentes com eletricidade em 2012. Desses, 293 foram fatais. A maior parte das mortes ocorreu em acidentes na área da construção ou manutenção civil (84), em ligações elétricas clandestinas (35) e na instalação ou reparo de antenas de TV (22).

Apesar disso, o número de acidentes fatais é o menor registrado nos últimos 12 anos. Em 2001, 381 mortes foram causadas por choque elétrico no país. Em comparação com 2012, houve uma queda de 23%. Essa redução se deve, principalmente, à ação das distribuidoras para aumentar a segurança em suas redes e para conscientizar a população através de campanhas preventivas, como a Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica, realizada desde 2006.

Dicas para evitar acidentes

Conheça algumas dicas para evitar as principais causas de acidentes com energia elétrica:

Antena de TV: Para instalar ou consertar antenas, escolha um dia de tempo bom e um local longe dos fios da rede elétrica. Se a antena cair, não tente segurá-la.

Pipa: Procure sempre locais afastados da rede elétrica para empinar pipas e jamais use fios metálicos ou cerol. Se a pipa ficar presa nos fios da rede elétrica, não tente soltá-la.

Construção ou Manutenção Predial: Nunca coloque vergalhões, barras de ferro, arames e outros materiais próximos à rede elétrica na hora de construir ou reformar. Para evitar acidentes, consulte um profissional capacitado.

Ligação Clandestina: Quem faz ligação clandestina pode sofrer um grave acidente, além de colocar a vida de outras pessoas em risco. Mantenha distância dos fios partidos ou caídos e não suba em postes da rede elétrica. Se verificar algum tipo de ligação clandestina, ligue para a Copel no 0800 51 00116.

Máquinas e Equipamentos Agrícolas: Esteja sempre atento para evitar acidentes com máquinas agrícolas movimentadas próximas da rede elétrica. Nunca faça queimadas, nem deixe a vegetação chegar perto dos fios e postes.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta