Discussão por som alto acaba com rapaz morto por PM no distrito de Iguatemi em Maringá

morto pela pm iguatemi (1)LEANDRO RIBEIRO, 33 anos,  estava na Avenida principal do Distrito de Iguatemi com seu veículo Elba e com o som ligado. A Polícia Militar recebeu uma solicitação para checar a informação de perturbação de sossego. O policial que estava sozinho em uma viatura chegou no local e falou algo para o proprietário do carro. Houve ali um bate boca, o rapaz baixou o som e o policial foi embora. Minutos depois Leandro teria ido até o destacamento da Polícia Militar para tirar satisfação com o policial. Houve uma segunda discussão, e Leandro foi embora.

O Cabo da Pm pediu apoio a outro policial, e na Rua Antônio Bortolotto a viatura avistou Leandro. As autoridades policiais pediram pra que Leandro erguesse as mãos, e nessa hora Leandro Ribeiro teria partido pra cima de um dos policiais. Na sequência a vítima tentou tirar a pistola da mão do policial que revidou e acabou disparando dois tiros contra Leandro que morreu na hora. Fonte: André Almenara/Foto: Câmera Rec

 

Adicionar a favoritos link permanente.

8 Comments

  1. Foi um na perna e outro na cabeca o cara iveste contra a policia e ainda quem ta errado eh a policia sempre ta errada, certo e o cara que vai no posto policial ainda achando q ta certo

  2. Ta certo o policial tem que atirar mesmo, pois quem tem que ter medo é o delinquente e não a policia, fez certinho menos 1 que vai ficar dando trabalho!

    • Ele não era bandido, e outra não fale sobre fatos lidos se não sabe a verdade.Tiro na cabeça é execução.Um policial recebe treinamento para agir a todo e qualquer tipo de abordagem, portanto ele deveria saber como agir nesse caso, o problema é o despreparo da policia, quem tem direito a tirar vidas DEUS e tão somente, do resto é desumano, crueldade. Inclusive direito garantido na Carta Magna, art. 5, direito a vida. Espero que Deus faça sua justiça e que pessoas ignorante como vc Marcos nunca perca um familiar dessa forma.

      • Se o policial atirasse na perna ou só imobilizasse,correria o risco de ser ameaçado posteriormente, .
        Não era bandido então respeitasse a lei , e principalmente pessoas de bem que não querem ouvir som alto,.. e outra tem que ser assim mesmo….não obedeceu fogo neles…. só lamento que o policial vai ter que responder por isso… …

      • Não sei se era bandido ou não, mas uma pessoa que afronta a policia acredito que coisa boa não era porque se fosse não estaria fazendo bagunça e tentando tirar satisfação com o policial quando o mesmo só esta zelando pelo direito da população de ter sossego dentro de suas casas, acredito que ninguém é contra os caras ouvir musica, mas ninguém é obrigado a escutar junto com ele, se quer ouvir musica ouça mas com o volume de gente descente não de marginal, mas uma coisa é certa o cemitério esta cheio de machão metido a valentão que gosta de tirar satisfação das coisas, só tenho pena dos pais que por pior que seja filho é filho, mas se não tem educação em casa a policia da educação na rua, e quanto a eu perder alguém da minha família acredito que não vai acontecer porque fomos educados que eu tenho direitos ate que eu não ultrapasse os direitos das outras pessoas, e tem outra as pessoas só sabem reclamar da policia, se o cara foi para cima do policial tentando retirar a arma dele ele tem que atirar mesmo doa quem doer, o povo tem que respeitar a policia.
        Resumindo se o cara não fosse tirar satisfação não teria morrido.

      • Esta porcaria de Carta Magna, art. 5, direito a vida vai acabar com as pessoas de bem. Porque essa merda só favorece bandido. Para mim bandido bom e bandido morto. E já perdi amigos dessa forma, mas não mortos por policiais mais por bandidos. E até hoje nunca houvi falar em uma pessoa que estivesse em casa, ou voltando do trabalho, ou pagando contas que tivesse sido morta por um policial. Mais em compensação os relatos desse perfil de pessoas mortas por bandidos são vários.Se o cara foi morto é porque alguma coisa de errado fez, e santo também não devia ser.

  3. Isso tem nome: Ignorância, orgulho machista e falta de Deus na vida. A vítima deveria entender que deveria respeitar o limite de volume do som e ter obedecido a advertência do policial tão somente. Lamentável fatos assim. Foi-se uma vida que não volta mais e fica a tristeza para familiares e amigos.

    • Ele não respeitou nada nem a leis de DEUS pois em Romanos 13 1-7 fala claramente que quem não respeita as leis do Homem esta desobedecendo a lei do próprio DEUS pois não há nenhuma autoridade que não seja instituída senão por vontade de DEUS então meus amigos reflitam ele desobedeceu o próprio criador de tudo aqui então vai respeitar quem Policia jamais se pesarmos assim eu não vou usar cinto por que sao joao e pequeno vou estacionar na contra mao vou falar no celular e so infraçãozinha de transito e rapidinho engano seu e pecado e deixar de obedecer a DEUS e ele se lembrara disto no seu Julgamento.

Deixe uma resposta