Cortadores de cana deixam o facão de lado e passam a estudar no PR

4532ab04db03fedc536da54e3743de86cd352bf9

Do G1

As plantações de cana-de-açúcar do noroeste do Paraná estão ganhando uma imagem diferente. A tecnologia está sendo responsável pela colheita enquanto os trabalhadores, que realizavam o corte, estão trocando o facão e a enxada por cursos profissionalizantes. Uma usina de Paranacity  tem investido nos funcionários e oferece cursos profissionalizantes para os trabalhadores dando uma oportunidade de crescimento, e até de mudança de cargo.

Dessa forma, ganham os funcionários que voltam a estudar e ganha à empresa que pode manter uma mão de obra que já conhece. “Em vez de captar mão de obra externa, você capta uma mão de obra que você conhece o histórico da pessoa e é alguém da região da unidade. Dessa forma, as dificuldades vão diminuindo e é bom para todo mundo”, detalha o chefe de treinamento da usina, Rodrigo Belusci. Leia Mais

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. aqui em são pedro do ivai foram muitas promessas mas hoje só sobrou decepção pois o trabalho é muito o salario uma miseria eo risco de acidente é enorme tanto no campo quanto na industria. falta respeito e dignidade com o mais pobre.

Deixe uma resposta