Justiça determina afastamento de prefeito e vice de Turvo

Do G1

turvo_-_prefeitoO prefeito de Turvo, na região central do Paraná, Antônio Marcos Seguro (PSD) e o vice-prefeito, Carlos Schneider (PSDB), foram afastados do cargo na terça-feira (10), após decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os dois são suspeitos de compra de votos nas eleições de 2012. Até ocorrer a posse de um novo prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores, Aroldo Correa de Mattos, assume o cargo temporariamente.

O TRE-PR já havia determinado a cassação dos mandatos do prefeito e do vice-prefeito duas vezes, a primeira em julho e a segunda em novembro de 2013, mas os dois entraram com embargos e continuaram no cargo. Segundo a Corte, os representantes do município distribuíram cestas básicas aos eleitores para obtenção de votos, nas eleições de 2012. Além disso, eles beneficiaram a comunidade indígena com cestas adquiridas com recursos da administração pública.

Conforme o TRE, a denúncia de distribuição de cestas básicas partiu de um candidato a prefeito durante as últimas eleições. O processo foi julgado em instância local, mas não foram apresentadas provas suficientes que comprovassem o fato. Esse mesmo candidato recorreu ao TRE com novas provas. Nesse julgamento, cinco desembargadores votaram a favor da cassação e um contra. A decisão ainda estabeleceu inelegibilidade ao prefeito e ao vice-prefeito e também pagamento de multa de aproximadamente R$ 5,3 mil. Leia Mais

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta