Mariceli Bernini: Feliz Ano Novo, com muita serotonina!

MariceliA serotonina é uma das principais substâncias químicas presentes em nosso cérebro. Sabe-se que ela tem um papel importante na regulação do equilíbrio psicológico, do sono, do apetite, do desejo sexual, da dor, etc. Quanto mais serotonina uma pessoa produz, mais feliz ela é, portanto, pessoas depressivas e infelizes fabricam pouca serotonina.

Mas afinal de contas, como devemos agir para que nosso organismo fabrique serotonina em níveis seguros para que sejamos felizes?

O Dr. Juan Hitzig estudou sobre algumas características de pessoas saudáveis e com longevidade acentuada e concluiu que além das características biológicas, condutas e atitudes também influenciam na saúde física e emocional. Segundo ele, cada pensamento gera uma emoção e cada emoção um circuito hormonal que terá impacto nos 5 trilhões de células as quais formam nosso organismo, veja:

As condutas “S”: serenidade, silêncio, sabedoria, sabor, sexo, sono e sorriso promovem a produção de serotonina, isto é, o nosso “hormônio da felicidade”, ou seja, a substância química que produz a sensação de bem estar e felicidade.

Enquanto que as condutas “R”: ressentimento, raiva, rancor, reprovação, repressão e resistência facilitam a secreção de cortisol, ou seja, um hormônio corrosivo para as nossas células e que acelera também o nosso envelhecimento.

As condutas “S” gerarão atitudes ”A” tais como: amor, ânimo, amizade, apreço, aproximação. Já as condutas “R” gerarão atitudes “D”: depressão, desânimo, desespero, desolação.

Nossos pensamentos e atitudes  são capazes de produzir hormônios, e dependendo da qualidade do que pensamos ou fazemos, estaremos produzindo serotonina ou cortisol.    

É por isso que sempre digo que nós somos o que pensamos e fazemos, pois é a partir dos nossos pensamentos e atitudes que estaremos criando nossa felicidade ou nossa própria infelicidade.

Desejo que em 2014 você produza muita serotonina, e que o teu equilíbrio emocional, por sua vez, melhore a vida das pessoas que convivem com você.

Feliz Ano Novo!

Mariceli Bernini é psicóloga formada pela Universidade Estadual de Londrina e possui Consultório de Psicologia em São João do Ivaí.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Um ano bom , muito mais que bom …que tal uma sugestão ? …que tal essa …

    I M A G I N A Ç Ã O.

    Imaginação é a ferramenta que nos possibilita aprender com os erros que nunca cometemos.
    Ela nos dá a oportunidade de decidir que uns futuros serão melhores que outros e nós podemos escolher os bons e descartar os maus.
    Não preciso mastigar um feixe de carrapichos para saber que isso é uma idéia maravilhosamente péssima.
    Eu sei que ser admitido será melhor que ser demitido e que o almoço será melhor que a conta.
    E eu sei dessas coisas porque posso utilizar a minha imaginação para vivê-las.
    Porém, segundo pesquisas recentes, a imaginação humana não é tão boa em prever a intensidade das nossas sensações e emoções. Temos uma tendência a imaginar que uma reação emocional será bem mais intensa e durará muito mais tempo do que acontece no fim das contas.

    • Olá Magnânimo,
      Excelente sugestão a tua. Obrigada.
      A Psicologia acredita que o homem pode criar tudo através da imaginação, inclusive doenças. Então por que não utilizar esta ferramenta de maneira assertiva para a obtenção de efeitos positivos em nossas vidas, não é mesmo? Aquilo que é imaginado, de certa forma, acaba se concretizando, pois o consciente é estimulado pela emoção de um forte desejo.
      Feliz Ano Novo para você e obrigada por todos os teus comentários durante o ano.
      Um abraço.

  2. Feliz 2014”’ como pscologa voce poderia trazer uma materia relacionada a gastos de inicio de ano, algo assim,( como vencer as contas de janeiro) fica a dica.. e parabens…vc é muito inteligente. …

    • Olá,
      Muito obrigada pela sugestão e também pelo comentário.
      A compulsão pelas compras está associado ao TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo. É uma excelente sugestão para ser postada aqui no Blog, muitos sofrem com isso, e por existirem graus diversificados deste transtorno algumas pessoas acabam achando que as compras estão somente associadas a festas de final do ano, o que não é verdade, é um comportamento que se repete durante todo o ano. Vou escrever sobre.
      Um abraço, obrigada.

Deixe uma resposta