Polícia desmantela esquema de jogo do bicho em Jandaia e São João

Foto ilustrativa

Foto ilustrativa

TNOnline/Luiz Demétrio

Uma operação conjunta da Polícia Civil de Jandaia do Sul e Apucarana, realizada na tarde desta terça-feira (7) em Jandaia e São João do Ivaí, teve como objetivo coibir esquema do jogo do bicho responsável por arrecadar montante significativo de dinheiro com apostas em cidades da região. Também foram apreendidas máquinas caça-níqueis.

De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, José Aparecido Jacovós, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e apreendidos computadores e vários materiais utilizados na realização de apostas.

Ainda conforme a polícia, quatro comerciantes de Jandaia do Sul foram encaminhados à Delegacia da cidade para prestar esclarecimentos. Até o fechamento desta edição eles ainda eram ouvidos pela polícia. Há dois anos até um delegado de Jandaia e de Faxinal chegaram a ser presos por envolvimento com o jogo do bicho

Além de Jacovós, que deverá conceder entrevista coletiva sobre a operação nesta quarta-feira (8), coordenaram o trabalho o superintendente da 17ª SDP, Roberto Francisco dos Santos, e seu colega de Jandaia, bacharel em Direito Laércio Rodrigues.

O que é ? – O jogo do bicho, prática muito difundida no Brasil, é considerada uma contravenção penal, tipificada pela legislação vigente (Estabelecer ou explorar jogo de azar em lugar público ou acessível ao público, mediante o pagamento de entrada ou sem ele.

Pena – A pena para condenados por esse tipo de prática é de prisão simples, de três meses a um ano, e multa, estendendo-se os efeitos da condenação à perda dos móveis e objetos. A pena é aumentada de um terço, se existe entre os empregados ou participa do jogo pessoa menor de 18 anos. Incorre na pena de multa, quem é encontrado a participar do jogo, como ponteiro ou apostado.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta