Carta do leitor: Morador do Ney Braga relara de pessoas que viajam e deixam cães nos quintais sozinhos

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

“Hoje estou escrevendo para desabafar sobre o profundo descaso que algumas pessoas têm por outras, e para afirmar que a frase “pimenta nos olhos dos outros é refresco” é a mais pura verdade para as situações que vou relatar. Quase todos os fins de semana alguns vizinhos meus vão para outros lugares e deixam seus cães fechados em seus quintais, numa situação do tipo “estão fechados no quintal, está tudo bem…” Mas não está tudo bem. Já tenho mais de 60 anos, e já não tenho mais sono como tinha há anos atrás, e simplesmente passo noites (essa última foi assim) acordando a cada 15 ou 20 minutos porque esses cães latem praticamente a noite inteira. Não é exagero, os outros vizinhos são prova disso. Inclusive tenho vizinhos com bebê de colo, que não sei como não reclamam, e não sei como conseguem agüentar essas noites – se os bebês em algum momento ficar doente, e não conseguir dormir direito, tenho certeza que os pais dessas crianças ficarão acordados a noite inteirinha por causa dos latidos.

Não quero que esses meus vizinhos se desfaçam de seus cães, quem sou eu para pedir isso, mas quero pedir sim que coloquem a mão na consciência (se tiverem alguma), e caso vão sair nos finais de semana, levem seus cães. Deve ser muito bom dormir em um lugar bem tranqüilo, e deixar seus cães fechados, latindo o tempo todo, e atrapalhando o sono de pelo menos umas 10 famílias, com pessoas de idade, bebês, etc. Peço também que não fiquem como surdos dentro de suas casas, pois canso de ver episódios dos cães estarem se acabando de tanto latir, e os donos não repreendem seus cães um segundo para dar sossego à vizinhança.

Tenho uma idéia das leis, e sei que qualquer pessoa tem o direito de ter 2 ou 3 cães. Mas não tem o direito de tirar o sossego de uma vizinhança toda, deixando seus cães, como estão fazendo. “Peço encarecidamente para quem se identificou com a situação, principalmente os donos desses cães, que tomem alguma providência, pois a situação vem se arrastando há tempos, e já cansei de esperar que os donos tomassem conta disso por si próprios”

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta