Quadrilha fortemente armada assalta banco do Brasil de Barbosa Ferraz

O Diário Maringá

banco-do-brasil

 

Uma quadrilha fortemente armada assaltou a agência do Banco do Brasil na manhã desta quarta-feira (2), em Barbosa Ferraz (a 105 quilômetros de Maringá), enquanto mantinha a família do gerente refém. Funcionários do banco também foram rendidos e mantidos sob a mira de fuzis.

A ação criminosa teve início na noite anterior. Segundo a polícia, por volta das 21h30 de terça-feira (1º), oito homens encapuzados e armados invadiram a casa do gerente do banco, que fica no centro de Barbosa Ferraz, e renderam a esposa dele e os dois filhos – menores de dez anos. A família foi mantida refém a noite toda.

Por volta das 8h, dois assaltantes seguiram para a agência bancária acompanhados do gerente em um dos carros da família – um Chevrolet Celta. A mulher dele e as crianças foram colocadas na caminhonete Nissan Frontier – também de propriedade das vítimas – e levadas pelos outros assaltantes.

Ao chegar no banco, a dupla rendeu o vigilante e pelo menos mais três funcionários que chegaram para trabalhar. Os ladrões orientaram todos a simular a rotina de expediente – caso contrário, os reféns seriam morto.

Ainda de acordo com a polícia, menos de uma hora depois, os dois deixaram o local levando todo o dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos, além de celulares das vítimas. O montante roubado não foi divulgado pela gerência do BB. Também foi levado o computador que armazena as imagens do sistema de câmeras de segurança.

A esposa do gerente e os filhos foram deixados, junto com a Frontier abandonada, na zona rural próxima ao Distrito do Luar, em São João do Ivaí. Ninguém ficou ferido. O Celta da família também foi localizado horas depois abandonado em Barbosa Ferraz.

Até as 18h30, nenhum dos envolvidos tinha sido identificado ou preso. A polícia acredita se tratar de uma quadrilha especializada que tenha realizado outros roubos na região. Em agosto do ano passado, numa ação semelhante, a agência do BB de Colorado foi roubada. Na ocasião, o bandidos também mantiveram familiares do gerente e funcionários reféns. Informações O Diário Maringá

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta