Servidor público de São João do Ivaí é preso acusado de pedofilia

Folha do Ivaí e Blog do Roque

Após meses de investigação, a Polícia Federal de Londrina, por determinação do juiz da 1º Vara Criminal Federal de Apucarana, cumpriu mandado de busca e apreensão em São João do Ivaí, onde foi preso acusado de pedofilia o servidor público municipal J. D. de S., 51 anos. A prisão aconteceu dentro da prefeitura, no setor de RH, onde o servidor trabalha, e a ação foi realizada por dois delegados federais.

Em cumprimento ao mandado, foi apreendido o HD do computador que era utilizado pelo acusado no trabalho, o HD do computador de seu domicílio e dois pen drives, que estariam cheios de materiais pornográficos envolvendo crianças. Jonival foi levado para a delegacia de Londrina, onde permanece. Foi obtida informação de que o advogado de defesa já entrou com pedido de liberdade provisória com fiança e espera decisão do juiz.

Apesar da acusação, a defesa salienta que J. não possui antecedentes criminais, sendo possível obter decisão favorável a liberdade provisória. A investigação não foi concluída, e os detalhes do caso correm em segredo de justiça. A pena para esse tipo de crime é de 3 a 6 anos de prisão.

A reportagem conversou com o prefeito Fábio Hidek Miura que afirmou que nunca teve conhecimento das práticas a qual o servidor está sendo acusado e que sua conduta junto aos colegas sempre foi tranquila, afastando qualquer suspeita. Ele ainda afirmou que já pediu a abertura de um processo administrativo, assim que a assessoria jurídica da prefeitura tiver acesso ao teor do inquérito.

Pedofilia  

Pornografia infantil, popularmente conhecida como pedofilia, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, ocorre quando há o envolvimento de menores de 18 anos (criança ou adolescente) em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais do menor para fins sexuais. A lei brasileira considera crime a divulgação e a troca de material pornográfico envolvendo menores. Guardar material dessa natureza no computador também é crime (Fonte: Polícia Federal)

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta