Mais de 5 mil mudas devem ser distribuídas durante a Semana do Meio Ambiente em São Pedro do Ivaí

Da Redação

DSCN0220Iniciou na manhã dessa segunda-feira (02) a programação referente à Semana do Meio Ambiente, em São Pedro do Ivaí. Mudas de árvores nativas e frutíferas, como pau d’alho, pitanga, graviola, cereja do mato, dentre outras, estão sendo distribuídas para todos os produtores rurais do município. A primeira entrega aconteceu às 9h, no Viveiro Municipal.

Vários produtores compareceram e receberam diversas mudas, que foram cultivadas pelo zelador do viveiro, Jurandir Pereira dos Santos. O vice-prefeito, José Donizete Izalberti, esteve na ocasião agradecendo os produtores pela adesão a iniciativa. “Estamos iniciando a Semana do Meio Ambiente no município e é muito gratificante contar com a presença e participação de todos”.

DSCN0227A entrega de mudas vai acontecer até sexta-feira (06), no Viveiro Municipal. “As mudas são produzidas aqui no viveiro e estão disponíveis durante todo o ano para que os produtores façam à manutenção de reserva. Somente nesta semana, nossa expectativa é de distribuir 5 mil mudas”, destacou a diretora do departamento municipal de Meio Ambiente, Suelen Cristina Lombardi. “Durante o ano, quem quiser mudas, basta pegar requisição no departamento”, ressaltou.

O primeiro dia de distribuição contou ainda com a presença da vereadora Luzia Ivete Tiene Brugnolo, do técnico agrícola do EMATER, Edílson Pini e do diretor do Departamento de Agricultura, Luiz Carlos Eleodoro dos Santos. A Semana do Meio Ambiente é uma realização da Prefeitura Municipal através dos departamentos de Agricultura e Meio Ambiente.

 

Palestra para produtores

Na quinta-feira (05), às 08h30, no Salão da Cocari, haverá palestra ministrada pelo diretor regional do IAP (Instituto Ambiental do Paraná), Renato Carlos de Camargo, que na oportunidade estará orientando os produtores rurais sobre Cadastro Ambiental Rural.

“O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. Ele será indispensável a partir do próximo ano para financiar as safras. Então, pedimos que todos os produtores participem”, frisa o diretor do Departamento de Agricultura, Luiz Carlos Eleodoro dos Santos.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta