No Paraná, 118 candidaturas foram indeferidas e renunciadas

Da Gazeta do Povo

eleiçõesAté a noite desta sexta-feira (08), a Justiça Eleitoral do Paraná julgou 1.033 registros de candidaturas das eleições de 2014, mas ainda falta apreciar cerca de 170 processos. A previsão inicial era de que todos os registros e impugnações fossem julgados até esta sexta – prazo que não foi cumprido. O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) tem até o dia 21 de agosto para analisar todos os processos. As sessões serão retomadas na próxima terça-feira (12).

Conforme consulta no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até a noite desta sexta, cinco dos oito postulantes ao governo do Paraná tiveram os registros de candidatura deferidos. Geonísio Marinho (PRTB) foi barrado pela Justiça, pois a candidatura do seu vice apresentou problemas, mas o partido ainda pode apresentar recurso sobre a decisão ou sugerir outro nome como candidato. Os demais ainda não tiveram os registros analisados pela Justiça.

Veja a relação e a situação dos impugnados.

O candidato ao governo Ogier Buchi (PRP) foi o único que teve modificações na chapa, até então. O vice de Buchi, o odontologista Valfredo Dzazio, renunciou à candidatura e foi substituído pelo advogado Elson de Almeida Ribas. A Justiça ainda deve analisar sete registros entre os oito candidatos ao Senado pelo Paraná e seus 16 suplentes. Até então, nenhum teve a candidatura barrada. No Paraná, 118 candidaturas foram indeferidas e 909 deferidas.

Dos 337 candidatos à Câmara Federal, 238 tiveram os registros deferidos pela Justiça e 43 foram considerados inaptos ou renunciaram – ainda faltam julgar 56 registros. Já entre os 841 postulantes ao cargo de deputado estadual, 659 foram julgados aptos a disputar as eleições e 74 desistiram ou foram barrados pela Justiça – 108 candidatos aguardam julgamento.

Impugnação
Ao todo, foram registrados 26 pedidos de impugnação de candidaturas no Paraná: 14 partiram do Ministério Público Eleitoral (MPE) e 12 de candidatos ou coligações. Apenas dois dos impugnados tiveram os registros indeferidos pela Justiça: Sonia Sapata (PV), que concorria como deputada federal, e Dr. Rochinha (Psol), que pretendia uma vaga na Assembleia Legislativa.

Conforme consulta no sistema do TSE, três dos impugnados desistiram da candidatura: Almir Batista (PTB) e José Augusto Felippe (PSD), que concorriam ao cargo de deputado estadual, e Celso Luiz Soares Rocha, que era suplente de senador pelo PRP. Outros 15 candidatos tiveram os registros aceitos pela Justiça, que ainda deve apreciar mais seis processos de impugnação.

Situação dos impugnados:

Deputados estaduais

Registros deferidos
Luiz Eduardo Cheida (PMDB)
Luis Corti (PSC)
Elcio Jaime (PSC)
Hussein Bakri (PSC)
Andre Pioli (PT)
Marcio Costa (PRP)
Professor Galdino (PSDB)
Tuca Casagrande (PSC)
Bernardo Ribas Carli (PSDB)
Altamir Sanson (PSC)
Maurício Rivabem (PTN)
Registro indeferido
Dr. Rochinha (Psol)

Renunciaram
Almir Batista (PTB)
Jose Augusto Felippe (PSD)

Aguardam julgamento
Dr. Alecsandro de Andrade (PT)
Bispo Costa (PDT)
Oscar Moreira (PTN)
Sandro Wilian Batista de Souza (PTN)

Deputados federais

Registros deferidos
Fernando Vicentine (PSD)
Gastao Schefer (PR)
Enio Verri (PT)

Registro indeferido
Sonia Sapata (PV)

Aguardam julgamento
Jose Baka Filho (PDT)
Nelsão da Força (SDD)

Governo

Registro deferido
Gleisi Hoffmann (PT)

Suplente de Senador

Renunciou
Celso Luiz Soares Rocha (PRP)

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários estão encerrados.