Mariceli Bernini: Só faz sentido o que é sentido

rp_Mariceli-150x150.jpgO projeto social CABELEGRIA tem como objetivo arrecadar matéria-prima (cabelo), para a confecção de perucas destinadas a crianças com câncer.

Como sabemos, o tratamento quimioterápico destinado a pessoas com diagnóstico de câncer tem como um dos efeitos colaterais a queda dos cabelos, o que pode comprometer a autoestima e, portanto, provocar ainda mais sofrimentos.

Foi pensando em minimizar o sofrimento emocional, principalmente das crianças que tiveram diagnóstico de câncer e estão submetidas a tratamento quimioterápico, que o projeto foi inventado.

Para participar, é necessário enviar ao Projeto pelo menos 10 centímetros de cabelo. Caso você sinta vontade de participar, é necessário cortar os cabelos seguindo o procedimento ensinado na figura ao final do texto.

O Brasil inteiro o pode participar.

Segue o relato de uma moradora de São João do Ivaí, que foi a primeira a se mobilizar para que a campanha tivesse início em São João do Ivaí e região:

 

“Diante de alguns problemas de saúde de um familiar, resolvi, por um ato de amor, raspar meu cabelo para ser solidária. Postei uma foto do meu novo visual em meu Facebook, então uma amiga de Telêmaco Borba viu e veio falar comigo sobre uma campanha que estavam realizando na cidade dela. As pessoas cortam os cabelos e doam para o Hospital do Câncer. Como eu havia cortado meu cabelo também com o intuito de doar, resolvi doar para a campanha delas, sendo assim, pensei: “já vi aqui no Face vários desafios, tais como: foto sem make, balde de gelo… Agora o desafio é outro e por uma causa nobre. Estamos pedindo para que vocês doem apenas 10 cm do seu cabelo e participe da Campanha Doe Cabelo, Doe Alegria.

O intuito é conscientizar as pessoas que quando vão cortar seus cabelos, lembrarem que podem fazer alguém feliz, doando apenas um pedaço dele, pois antes de passar pelo que estamos passando, muitas vezes cortei meu cabelo e joguei fora. E hoje devido há alguns problemas, passei a ver a vida de uma maneira diferente, o que importa é quem somos em nossa essência, nossa beleza vem do nosso coração e não de nossa aparência física. Para sermos bonitas, não precisamos nos adequar aos padrões que a sociedade nos impõe e sim aos padrões que nos deixam felizes.

A campanha tem sido um sucesso, muitas mulheres e até crianças aderiram à campanha.”

cortes

 

As doações serão feitas para o Cabelegria: https://www.facebook.com/cabelegria?fref=ts

 

 

Mariceli Bernini é psicóloga formada pela Univesidade Estadual de Londrina e possui Consultório de Psicologia em São João do Ivaí.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta