Restrição à pesca de espécies nativas no Paraná começa neste sábado

Do G1

pescaO período de proibição à pesca de espécies nativas nos rios e reservatórios do Paraná começa neste sábado (1º). A restrição acontece porque nesse período, conhecido como piracema, ocorre a reprodução e desova dos peixes. Entre as espécies protegidas estão Bagre, Pintado, Lambari, Dourado e Jaú. Segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), até o dia 28 de fevereiro de 2015, quando encerra o período da desova, será reforçada a fiscalização em locais onde historicamente há concentração de pescadores e registros de pesca predatória e infrações ambientais.

Quem descumprir a determinação, além de ter de responder por crime ambiental, poderá pagar mullta de até R$ 700 por pescador e mais R$ 20,00 por quilo de peixe pescado. Além disso, os materiais de pesca como varas, redes e embarcações, poderão ser apreendidos pelos fiscais.

Durante o período da piracema é liberada apenas a pesca de espécies exóticas, como por exemplo Carpa, Tilápia, Tucunaré, Apaiari, entre outras.

Ainda de acordo com o IAP, as peixarias e supermercados e também os transportadores precisam apresentar a declaração de estoque nos escritórios regionais IAP até o terceiro dia útil do início da piracema. Com a declaração, os peixes nativos em estoque poderão ser comercializados.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta