Família com histórico de câncer pede ajuda financeira

vianaUma família de São Pedro do Ivaí decidiu procurar a imprensa para expor a dificuldade financeira que vem enfrentando, com a intenção de conseguir ajuda. Celso Viana, de 39 anos, membro da família, conta que sua mãe e a maioria de seus irmãos já tiveram câncer, inclusive, uma irmã morreu no ano passado em decorrência da doença.

“A doença apareceu primeiro em minha mãe, no ano de 2002, quando ela descobriu o câncer de mama, e precisou retirar um seio”, conta Celso, completando que Dona Maria Aparecida, hoje com 62 anos, sempre realiza exames de rotina, mas a doença nunca mais se manifestou. Contudo, ele e seus irmãos começaram a sofrer com a enfermidade.

Celso relata que descobriu o câncer em 2010. A doença estava afetando seu intestino e vesícula. “Fiz a cirurgia para retirar o câncer da região abdominal, mas no ano seguinte a doença se alastrou para o duodeno, pâncreas e braço, ainda assim consegui vencer”, disse. Ele ainda passou por quimioterapia em 2012 e hoje em dia faz acompanhamento médico periodicamente. “Minha vida está nas mãos de Deus”, declarou.

Mas o câncer começou a assombrar outros membros da família. Segundo Viana, sua irmã faleceu no ano passado com 39 anos, em decorrência de câncer no intestino. “Minha família começou a desmoronar com a morte da minha irmã”, lamenta. Outras duas irmãs e um irmão também já tiveram câncer. “Inclusive, tenho uma irmã que precisa usar bolsa para o resto da vida e outra que operou para retirar um tumor no intestino e desconfia que tenha outro alojado na região do abdômen”.

Da família, apenas uma jovem de 25 anos não descobriu a doença. Não bastasse os problemas de saúde que assolam a família, um atropelamento veio abalar a todos e complicar a situação financeira. “Minha irmã e minha sobrinha de sete anos foram atropeladas por uma moto na cidade de Sidrolândia. Minha irmã só teve escoriações, mas minha sobrinha morreu”, detalhou.

Sidrolândia é uma cidade do Mato Grosso do Sul, onde a irmã de Celso mora. O acidente que vitimou a criança aconteceu no dia 08 de novembro. Segundo informações de um jornal local, Letícia Gabriela dos Santos seguia a pé com sua Tia Sintia Viana, sentido ao bairro centro, quando uma Honda Broz, que trafegava em alta velocidade, atropelou as duas e arrastou a menina. Letícia não resistiu aos ferimentos e chegou sem vida ao hospital.

“Nossa família esta muito abalada”, afirma o tio da menina. Somando os gastos com funerária, translado para São Pedro do Ivaí e sepultamento, a família contraiu uma dívida de 11 mil reais, fora as dívidas que já existiam por falta de pagamento dos planos de saúde. “Somos uma família humilde e hoje nos encontramos numa situação muito difícil. Estamos com 15 mil reais em dívidas, e fazemos um apelo para quem puder nos ajudar”, concluiu Celso.

As doações em dinheiro podem ser feitas através das contas: (Banco Sicredi – Celso Viana – Agência: 0723 – Conta: 48.588-8) e (Banco do Brasil – Sintia Viana – Agência: 2842-8 – Conta: 14.307-3). A Prefeitura de São Pedro do Ivaí vem dando apoio à família e colabora com a divulgação da campanha. Para mais informações sobre o caso ligue: (43) 3451-1399.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta