Hidek é reeleito presidente do Cis

Do Paraná Centro

fabio_reeleito_cis_2_1054O prefeito de São João do Ivaí, Fábio Hidek Miura, foi reeleito presidente do Consórcio Intermunicipal de Saude (CIS) da 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã. A reunião que definiu a diretoria para os próximos dois anos foi realizada no Caps (Centro de Atendimento Psicossocial) de Ivaiporã, na terça-feira, dia 16 de dezembro.

A reunião contou com a presença do prefeito de Ivaiporã, Carlos Gil; prefeita de Jardim Alegre, Neuza Pessuti; secretários de Saúde de Nova Tebas, Ivaiporã, Cândido de Abreu e São João do Ivaí. Na ocasião, foi debatida a prestação de contas da gestão.

A eleição foi marcada, no dia 5 de dezembro, mas não houve interesse de prefeito algum em concorrer à presidência do Cis. Por isso, foi adiada para o dia 16, quando também não houve interesse. “O objetivo era dar a oportunidade para que mais prefeitos pudessem assumir cargos na diretoria e contribuir com o Cis. Mas eles não quiseram e, por esse motivo, foi decidido pela recondução da chapa do biênio 12/14 para o biênio 15/16”, disse Hidek.

A diretoria do Cis é a seguinte:
Presidente: Fábio Hidek Miura (São João do Ivaí)
Vice-presidente: Heloisa Ivasek Jensen (Nova Tebas)
Secretário: Manoel Salvador (Arapuã)
O presidente reeleito também prestou contas deste ano e solicitou que os municípios que estão inadimplentes com o Cis efetuam o pagamento para que o Cis honre os compromissos com os fornecedores. A expectativa é que, nesta segunda-feira, dia 22 de dezembro, os municípios regularizem os débitos. Os recursos para o pagamento dos funcionários e o 13º salário estão garantidos com dinheiro em caixa. “Tivemos um ano atípico com a queda dos repasses do Governo Federal, o que trouxe transtornos aos municípios em todos os setores, principalmente na saúde, que é o maior gargalo dos municípios. Em 2015, esperamos superar essas dificuldades e vamos cobrar do Governo do Estado o repasse do Consus, que ajudará a financiar o Cis”, antecipou.

Samu de Umuarama
Um dos assuntos debatidos durante a reunião do Cis foi a possibilidade dos municípios da região integrarem o Samu de Umuarama. Segundo o presidente do Cis, Fábio Hidek Miura, o custo de implantação do serviço é muito alto – cerca de R$2 por habitante/mês. Ele citou como exemplo, o município de Ivaiporã, que, para implantar o serviço, precisaria desembolsar cerca de R$66 mil mensalmente. Se houve a integração ao Consórcio de Umuarama, que tem o Samu, esse custo cairia para R$0,80 por habitante, o que tornaria mais viável a implantação. No entanto, a decisão de como ficará a situação da implantação do Samu deve ser decidida apenas em 2015. Leia Mais

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários estão encerrados.