Policia de Maringá afirma que jovem de São João do Ivaí é testemunha de crime ocorrido no final de semana

16752528031_4fd5f5ba93Vitor Hugo de Lima Bueno, 20, Jhon Weberton Alves Costa, 18, e Jonathan Natanael Francisco da Silva, 23, foram presos por envolvimento com a morte de Natália Jeane Germano, 19, cujo corpo foi encontrado na madrugada de sábado numa estrada rural, no final da Avenida Kakogawa, zona norte de Maringá.

Uma adolescente de 17 anos moradora em São João do Ivaí é testemunha ocular do crime e está sendo procurada pela policia de Maringá.

16139280983_1847f2f5aa_zA jovem foi para a casa dos suspeitos, na Avenida Tuiuti, onde havia mais uma jovem, consumiram álcool e drogas e depois fizeram ‘roleta russa’ com um revólver calibre 38 ou 357. Vitor Hugo teria puxado o gatilho; o revólver não disparou na primeira vez, contra a mulher, mas funcionou na segunda, no rosto de Natália. Ao constatarem a morte da garota, os rapazes colocaram o corpo num saco plástico e levaram na caçamba de uma Saveiro, abandonando-o num carreador, na mesma quinta-feira.

Na sexta-feira à noite, acompanhados de duas mulheres, os jovens foram comemorar num barzinho da Vila Operária o que acreditavam ser o sucesso da operação de ocultação do cadáver.

O trabalho conjunto das delegacias de Narcóticos e de Homicídios conseguiu solucionar o caso. O delegado-chefe Osmir Ferreira Neves, acompanhado dos delegados Diego Elias e Gustavo de Pinho Alves, apresentaram os rapazes na manhã de sábado na sede da 9ªSDP.
Eles responderão por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, tráfico de drogas e associação ao tráfico, já que na casa foi encontrada maconha e cocaína; Natália foi sepultada no Cemitério Parque de Maringá sob muita comoção da família e de amigos. (inf André Almenara/Maringá News)

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. E a notícia de Godoy Moreira de ontem a noite, nada!

Deixe uma resposta