Protestos contra Dilma reúnem de 1 mi a 1,8 mi manifestantes em todo o país

Da Gazeta do Povo

FotoAs manifestações contra a presidente Dilma Rousseff (PT) reuniram neste domingo (15) multidões em pelo menos 151 cidades de todos os 26 estados do país e no Distrito Federal. Segundo estimativas baseadas nas contagens das Polícias Militares estaduais, cerca de 1,8 milhão de brasileiros saíram às ruas – mais do que no auge das manifestações de junho de 2013, quando a avaliação havia sido de que pouco mais de 1 milhão estavam ao mesmo tempo nos protestos em diversas cidades. Segundo outras estimativas, porém, o número de pessoas que saíram às ruas chegou próximo, mas não ultrapassou, a marca de 1 milhão de manifestantes. No geral, os protestos do domingo foram pacíficos, sem registro de confrontos violentos entre opositores e partidários do governo.

São Paulo foi a cidade que mais reuniu manifestantes. A PM estimou que 1 milhão marcharam contra a presidente na Avenida Paulista. Mas o Instituto Datafolha estimou a multidão em 210 mil pessoas. Ainda assim, o Datafolha destacou que essa foi a maior aglomeração medida pelo instituto em um ato político desde as Diretas Já, em 16 de abril de 1984. Naquela data, 400 mil se reuniram na região da Praça da Sé. No auge das manifestações de junho de 2013, por exemplo, houve 110 mil manifestantes. Atos não políticos já registraram números maiores, contudo: a Marcha para Jesus levou 335 mil pessoas às ruas em 2012, enquanto a Parada Gay do mesmo ano atraiu 270 mil.

Na sequência, as cidades que mais reuniram manifestantes foram Porto Alegre (RS) e Vitória (ES), com 100 mil. Curitiba teve o quarto maior número: 80 mil (veja o número de pessoas que se reuniram nas principais cidades do país no infográfico abaixo). Leia Mais

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta