Gasolina e diesel vão ficar mais baratos nas próximas semanas, garante Petrobras

Agência Estado e Bonde

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Petrobras anunciou nova política de preços de combustíveis, tendo entre as premissas a paridade internacional e também uma redução nos valores nas refinarias já a partir da zero hora deste sábado (15). A redução média no preço do diesel será de 2,7% e da gasolina em 3,2%. A queda deverá ser repassada ao consumidor final nas próximas semanas.

Conforme comunicado ao mercado, a implantação da nova política tem como princípio preços nunca abaixo da paridade internacional. Além da premissa de paridade internacional (que já inclui custos como frete de navios, custos internos de transporte e taxas portuárias), outros princípios são uma margem para remuneração dos riscos inerentes à operação (volatilidade da taxa de câmbio e dos preços, sobre-estadias em portos e lucro, além de tributos); e nível de participação no mercado.

A Petrobras estima que, se a queda de preços concedida nas refinarias for integralmente repassada para o consumidor, a gasolina poderá ficar 1,4% mais barata para o consumidor final, nos postos de revenda. Isso significaria uma retração de R$ 0,05 por litro. A queda projetada para o óleo diesel é de 1,8%, ou R$ 0,05 por litro. O repasse dessa queda de preço, no entanto, depende de decisões das distribuidoras e postos de revenda, já que o mercado não é controlado. A Petrobras ressalta que não tem como controlar o preço ao consumidor e que essa é apenas uma projeção.

A decisão do grupo gestor levou em conta o crescente volume de importações, o que reduz a participação de mercado da Petrobras, e também a sazonalidade do mercado mundial de petróleo e derivados.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta