Carnaval da morte nas rodovias do PR

Gazeta do Povo

Foto: Divulgação PRF

Doze pessoas morreram em acidentes registrados nas rodovias federais que cortam o Paraná entre a meia-noite de sexta-feira (24) e as 14h do último sábado (25). Um único acidente em Santa Tereza do Oeste deixou quatro mortos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o total de mortes do Carnaval deste ano já é 50% superior a todo o feriado de Carnaval de 2016 – quando foram registradas oito mortes.

O acidente na cidade do Oeste paranaense ocorreu por volta das 4h30 do último sábado (25), na BR-277. Segundo relato divulgado pela PRF, o motorista de um VW Palio Weekkend bateu de frente com um GM Agile ao tentar fazer uma ultrapassagem em local proibido.

No Palio estavam seis pessoas (capacidade acima da permitida para o modelo), entre elas uma criança de três anos – ela não corre risco de morte. Já no Agile havia um homem de 28 anos e uma mulher de 27. Ambos morreram. As outras duas vítimas foram o motorista do Palio, de 53 anos, e uma passageira de 52 anos que estava no banco dianteiro.

Segundo o PRF, os acidentes deste carnaval estão relacionados a ultrapassagem indevida, desatenção e excesso de velocidade. Os tipos de acidente que resultaram em vítimas mortas foram colisão frontal, capotamento, colisão traseira e atropelamento.

O balanço parcial deste ano compreende as primeiras 38 horas da Operação da PRF, que ainda vai até as 23h59 da próxima quarta-feira (1). Após a divulgação preliminar, pelo menos mais uma vítima engrossará essa estatística. Um jovem de 18 anos, não habilitado, morreu na madrugada deste domingo (26) após invadir a contramão na BR-376 — no Contorno Leste. Ele bateu seu carro contra outro em que estavam duas pessoas. Elas foram socorridas com ferimentos graves.

Fiscalização

Dados preliminares da PRF mostram que ao menos 39 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas nas rodovias federais do Paraná neste feriado prolongado – média de um flagrante de embriaguez por hora no estado, equivalente à do último Carnaval. Pelo menos outros 171 foram multados por ultrapassagens proibidas e 2,8 mil flagrados acima da velocidade máxima por radares portáteis, operados por agentes da PRF. Esse dado não leva em consideração as multas aplicadas por radares fixos.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta