São Pedro do Ivaí se mobiliza para melhorar segurança pública na cidade

O prefeito de São Pedro do Ivaí, José Isalberti, participou na terça-feira (20/11), na Câmara de Vereadores, de uma reunião organizada pelo Conselho Comunitário de Segurança Pública (CONSEG) para encontrar soluções imediatas para melhorar a segurança pública no município. Além do prefeito, o encontro reuniu vereadores, membros do CONSEG, sociedade civil e Polícia Militar.

 

“A participação da comunidade é a mais importante, pois é a mais afetada. São com sugestões que conseguimos ver os caminhos que devemos seguir para melhorar a segurança de nossos moradores”, disse o prefeito José Isalberti.

 

“Diante de alguns atos que assustaram nossos moradores, decidimos convidar a população e autoridades para buscar ideias que ajudem a trazer soluções rápidas para essa questão”, disse Omar Ferro, presidente do CONSEG.

 

Uma das propostas foi a possibilidade de criar um consórcio intermunicipal entre as cidades do Vale do Ivaí, por meio da AMUVI, que será levada a entidade pelas autoridades locais. José Isalberti ressaltou ainda que, desde o início do mandato, vem atuando junto aos governos estadual e federal para melhorar este setor no município.

 

“Me preocupo com São Pedro do Ivaí e estamos fazendo nossa parte. Conseguimos duas viaturas novas para São Pedro do Ivaí (uma para PRE e outra para PM), instalamos 19 câmeras no município, conseguimos juntamente com CONSEG um fuzil para PM, apoiamos constantemente os trabalhos da ROTAM e demos apoio à construção do novo posto da Polícia Rodoviária Estadual em São João do Ivaí”, explicou o prefeito.

 

Também foram sugeridos na reunião os cumprimentos da lei nº 1.155/2007 e da lei nº 1.446/2015. A primeira estabelece horário de funcionamento até às 23h para bares, lanchonetes, restaurante e outros similares. Neste caso, será marcada uma reunião com os comerciantes, polícia militar e vereadores para discutir este assunto. Já a lei nº 1.446/2015 dispõe sobre a implantação do projeto “Vizinho Solidário” (veja abaixo), de incentivo à criação de uma rede de comunicação entre vizinhos, cooperando com a vigilância do bairro.

 

O 2º sargento da Polícia Militar de São Pedro do Ivaí, Roberto Sebastião da Silva, esteve na reunião e apresentou um balanço dos trabalhos da PM em São Pedro do Ivaí nos últimos dois anos. (Veja anexo). “A função da PM, dentro da constituição, é a prevenção. Para nós é significante prender pessoas que cometem crimes, mas infelizmente, em pouco tempo, essas pessoas são soltas. É triste, mas é a realidade”, desabafou o sargento que há nove anos comanda os trabalhos da corporação em São Pedro do Ivaí.

 

VIZINHO SOLIDÁRIO – Segundo o presidente do CONSEG, Omar Ferro, será providenciado à população um kit com uma placa para colocar nas casas, um apito e um folder explicativo sobre o projeto. Este kit terá o custo de R$ 17 para os moradores que aderirem ao projeto. O órgão estuda ainda a possibilidade de cobrir os custos para comunidade que não puder pagar pelo kit. “Fomos atrás de informações em outras cidades que já implantaram o projeto e veem dando certo, por isso, vamos implantar em São Pedro do Ivaí o mais breve possível”, ressaltou o presidente do CONSEG.

 

COMO VAI FUNCIONAR – O projeto vai funcionar da seguinte maneira: em situações suspeitas, um morador aciona o apito, alertando para o perigo. Os outros vizinhos seguem o gesto, também acionando o apito, deixando o barulho mais alto. Logo em seguida, um dos vizinhos liga para a Polícia Militar. “O importante é todos se mobilizarem, aqueles que veem algo suspeito em casa ou na residência do vizinho, devem ligar para PM e acionar o apito, gerando o efeito cascata”, explicou Ferro.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta